• André Fernandes postou em Group logo of FluminenseFluminense 2 meses, 1 semana atrás

    Sobre transparência e credibilidade:

    A gestão atual (Flusócio) enfrenta problemas enormes de credibilidade junto a torcida em função do histórico da gestão Peter. O apoio do PA foi fundamental na vitória da chapa. Infelizmente o mesmo não se encontra mais no clube.

    O discurso permanece o mesmo do começo da gestão Peter. Sacrificar o agora para colher os frutos no futuro. Um futuro que não chega….

    Fiz um post hoje elogiando, com ressalvas, a movimentação do clube com relação aos patrocínios. Mas é muito pouco perto do que se vendeu a época das eleições. Pode ser que o trabalho esteja sendo bem feito? Pode, mas para se trabalhar em paz é necessário adquirir credibilidade. E para ter credibilidade é necessário ter transparência. E na minha visão a gestão atual falha em todos estes pontos.

    Se perguntarmos aos torcedores, hoje, quais são os planos de curto e médio prazo da diretoria do Flu, quantos saberiam responder? Quais foram as ações planejadas do começo do mandato até agora? Quantas foram cumpridas? Quantas não foram? E porque não foram? Qual a nova data e ações que vão garantir seu cumprimento? Quais as ações/marcos planejados para 2018? Como estamos na preparação destes pontos?

    Todos sabemos que a situação financeira é complexa, que temos jogadores caros e que não rendem. Sabemos que o cenário de patrocínio é complicado. Mas se a diretoria tivesse um plano bem definido e compartilhasse o mesmo com os torcedores, talvez conseguissem trabalhar mais em paz e com menos turbulências (mesmo com os resultados ruins). Poderia mudar a percepção do torcedor. Deveria existir um canal direto e aberto com o torcedor que se interesse em saber o que está acontecendo no clube.

    É claro que não quero que disponibilizem informações confidenciais e sensíveis sobre negociações e valores. Mas existe um caminho a ser traçado de aproximação com o torcedor que faria com que a gestão tivesse mais espaço para trabalhar e errar (sim, errar faz parte).

    O torcedor precisa se sentir parte, precisa sentir que faz diferença para o resultado do clube. E isso não será alcançado sem conhecer melhor o torcedor e sem o torcedor conhecer melhor o clube. Espero que a gestão esteja pensando em como expandir esse canal de comunicação e em como ser mais transparente.

    2017 foi horrível, mas podemos melhorar já para 2018 mesmo que sem grandes mudanças financeiras. O primeiro passo é alcançar a paz junto a torcida.