• Antônio Ramos postou 3 semanas, 3d atrás

    Limitando-me ao assunto Fred, que pelo talento que tem, sempre acaba tendo algum destaque, não sei quanto o Cruzeiro está pagando por ele, de fato. Se fala na casa de R$ 1M, e se isto for verdadeiro o Flamengo (e diziam também o Fluminense, mas parece que só jogou pra galera depois que ele já estava fechado com o Cruzeiro, nada surpreendente para uma gestão mitômana) fez certo em não contratá-lo.

    Jogador de 34 anos de idade, com um histórico muito grande de lesões e que jogou no máximo 35 jogos em uma temporada em toda a sua carreira. Aliás, o Fred, em 14 anos de carreira profissional, jogou apenas 374 jogos, incluindo Seleção Brasileira. É muito abaixo da média, o que dá a medida da sua diferenciação técnica, pois mesmo assim tem uma média de 0.5 gol por partida. Entretanto, com o avanço da idade e a dinâmica do futebol atual, sua falta de condição física vai se tornando a cada 24hs um fator mais crítico.

    Há outra opções de jogadores na função do Fred que sairiam muito mais baratos e com condições de fazer contratos mais extensos. Certamente não teriam a mesma qualidade técnica, mas certamente ofereceriam uma melhor capacidade física e seriam mais úteis ao elenco por mais tempo e com mais assiduidade. Jô, este ano, por exemplo, foi melhor que o Fred. Dourado, no Flu, esteve praticamente no mesmo nível e num time mais fraco tecnicamente. No caso do Flu, basicamente, para a função, bastaria mantê-lo, já o Flamengo, precisa achar no mercado e há. O Vizeu é um excelente jogador em formação. É preciso mais esfofo alí. Mas minha condição de tricolor não me permite entregar isto de mão beijada … hahaha.

    De qualquer forma, o Fred vai jogar no seu time de coração e isto é uma motivação a mais. Só quem já passou por esta experiência sabe o quanto é. Desejo muita sorte pra ele, mas repito, o Cruzeiro vai precisar fazer “hedge” do investimento feito no Fred com muita utilização da sua imagem. É um ídolo em potencial, um grande captador de torcedores. Talvez ele venha a ser mais importante neste quesito no que propriamente no campo, onde tende a estar cada vez menos.