O empate em 1 a 1 no clássico entre Vasco e Flamengo, no Mané Garrincha, em Brasília, pela 25ª rodada do Brasileiro, não resolveu a vida dos técnicos Alberto Valentim e Maurício Barbieri. Tanto que as duas delegações desembarcaram no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, pressionadas por suas torcidas. Mas, dentro das deficiências que os dois times apresentam, o resultado no clássico abriu perspectivas de melhora – ainda que seja por caminhos enviesados. Leia no Blog FC & T.