Share This Post

A Gavea é Aqui / Flamengo

A prata da casa… Dos outros

A prata da casa… Dos outros

Desde que eu me entendo por gente, ouço cada torcedor do Flamengo se vangloriar da fábrica de fenômenos que temos na Gávea. A fábrica! Craque a gente faz em casa. E o que fazemos com eles? Ou melhor, o que pensamos realmente sobre esses meninos?

Tenho certeza que a maioria que está lendo isso está pensando que sou maluca, estou viajando, já que valorizamos muito a base e vivemos criticando o técnico malvado e o dirigente acéfalo que não faz uso dessa maravilha no Fla.





Porém, cada vez mais vejo que não é bem assim que funciona. Explico. Temos uma excelente safra no Ninho, correto? Isso acho que não tem como discordar, porém, a janela de transferências ainda nem abriu e o pau já está comendo porque até agora só contrataram um cara para reforçar o elenco.

Mas pera aí, cara pálida! Temos (anotem aí): Paquetá, Ronaldo, Matheus Sávio, Thiago, Lincoln, Gabriel Batista, Léo Duarte, Kleber, Thuller, Michael, Jean Lucas e tínhamos Vinícius Júnior e Vizeu também. Bastante gente, né?

Agora vamos “esquecer” essa lista imensa da casa e focar no restante do time que veio “de fora”: Diego, Éverton Ribeiro, Cuéllar, Diego Alves, Henrique Dourado, Berrío, Rhodolfo, Réver, Marlos Moreno, Guerrero e Uribe. Não coloquei todos, apenas o que causariam “inveja” nos outros times.

Agora, juntem as listas! E pensem friamente: Precisaríamos mesmo de reforços se acreditássemos na base? Os meninos são postos a prova em todos os jogos que entram. Matheus Sávio ficou marcado por um erro que não foi dele. Mas se são bons, se queremos que vinguem, não deveríamos investir e colocar pra jogar ao invés de gastar fortunas em um ex-craque da europa ocidental que jogou a Copa de 1920?

Eu me questiono sobre isso o tempo todo, vendo os craques na Copa da Rússia, meninos de 19/20 anos, me fez refletir seriamente sobre isso. Se somos fábrica, porque não usamos o produto? Amadurecimento? Hummm, sei… Vamos falar de um tal de Mbappe!

A não ser que realmente sejamos uma fábrica de “pronta entrega”, faço e passo pra frente. Ricos, sem dúvida, porém cada vez mais sem a tal alma Rubro-Negra que vemos brilhar nos olhos de Paquetá e escorrer dos olhos de Vini quando nos deu tchau no Maracanã. É errado? Também não, desde que estejamos conscientes.

Por mim eles jogam! E só buscaríamos reforços pontuais que realmente não temos em casa. Digo e repito, eu prefiro a minha grama batida, do que a verdinha do outro lado da cerca. E que Zico abençoe nossos meninos.

Saudações Rubro-Negras!

Renata Rosa Graciano

Twitter: @regraciano

Share This Post

Renata Rosa Graciano avatar
Jornalista, peladeira e apaixonada pelas chuteiras pretas

4 Comments

  1. Bruna Personal avatar

    Parabéns!!! Coloca a prata da casa pro jogo! Isso mesmo

  2. Vicente Cullmann avatar

    Quem duvidar da base, manda perguntar ao Zico!

  3. Pascoal Grisolia avatar

    Fantástico texto, parabéns, Renata!
    Penso da mesma forma e ao mesmo tempo fico contrariado com toda pressa que infelizmente parte até das “mídias daninhas” que influenciam o torcedor de alguma forma.

    SRN!

Comments are now closed for this post.