Share This Post

Flamengo

Camisa 10 do River Plate, Gonzalo Martínez vira alvo no Flamengo para 2019

Camisa 10 do River Plate, Gonzalo Martínez vira alvo no Flamengo para 2019

O ano nem acabou, mas a diretoria do Flamengo já começa a pensar em nomes que possam reforçar a equipe na próxima temporada. Um deles é o meia Gonzalo ‘Pity’ Martínez, camisa 10 do River Plate. O jogador tem contrato com o time argentino até junho de 2020, com multa rescisória que gira em torno de 15 milhões de euros (R$ 55 milhões).

Cobiçado, o meio-campista de 25 anos está na mira também da Atlanta United, dos Estados Unidos, que estaria disposta a pagar a multa ao River para contar com o atleta. Pity, como é apelidado na Argentina, se encaixa no perfil desejado pela diretoria rubro-negra. Na visão do clube, pode dar retorno técnico e financeiro em um futuro próximo, além de ser considerado “raçudo”.





Como de praxe em negociações do clube, o Fla não entrará em leilão por Martínez, apesar das boas referências. O jogador pode atuar em três funções diferentes como meia ofensivo. Aberto por um dos dois lados, ou centralizado, como Paquetá joga hoje no time comandado por Dorival Júnior. Armação, técnica, velocidade e boa bola parada são algumas das boas características do “hermano”.

Canhoto, Pity esteve presente na última convocação para a seleção argentina, em amistosos disputados em outubro. O meia apareceu para o futebol em 2015, quando surgiu jogando muito bem pelo Huracán. Em transação que custou cerca de 4 milhões de euros ao River, se transferiu para um dos gigantes do país, ganhando ainda mais fama dentro do continente sul-americano.

Gonzalo Martínez estará em campo nesta terça-feira (30), quando o River Plate encara o Grêmio, em Porto Alegre, pela partida de volta da semifinal da Copa Libertadores da América. Objeto de desejo de Flamengo e Atlanta United (EUA), além de já ter despertado interesse de equipes europeias anteriormente, a permanência do jogador para a próxima temporada é tratada como difícil pelos “Millonários”.

Eleição atrapalha?

A gestão de Eduardo Bandeira de Mello está chegando ao fim, visto que o Flamengo tem eleições marcadas para o dia 8 de dezembro. No entanto, isso não deve ser um obstáculo para montagem do elenco, que começará ainda nesta temporada. Pelo menos é o que garantiu Ricardo Lomba, atual vice-presidente e candidato da situação no próximo pleito.

“Mesmo que a gente não esteja na gestão, seria muito irresponsabilidade o Flamengo ficar parado por conta das eleições. Então já iniciamos reuniões para tratar do planejamento para 2019. O grande diferencial é que , pela primeira vez, nós teremos um caixa robusto no início do ano, que irá nos permitir fazer uma janela de início de ano boa, com contratações boas e que a gente possa fazer uma pré-temporada com o elenco completo. Eu acho que esse pode ser o grande diferencial”, disse o dirigente durante lançamento de sua candidatura, na última quinta-feira (25).

Fonte: Coluna do Flamengo

Share This Post