Share This Post

Destaque / Flamengo

Diego Alves bate-boca com Dorival Júnior e gera um novo mal-estar no Flamengo

Diego Alves bate-boca com Dorival Júnior e gera um novo mal-estar no Flamengo

A decisão do goleiro Diego Alves de não embarcar com o elenco do Flamengo para o confronto com o Paraná, após saber que seria reserva, atingiu um ponto crítico dentro do clube. Conforme apurado pela reportagem do “Coluna do Flamengo”, o arqueiro e o treinador Dorival Júnior discutiram de forma ríspida dentro do auditório do Ninho do Urubu, durante reunião do grupo, e precisaram ser separados por Carlos Noval, diretor de futebol, na última quarta-feira (31).
De acordo com as informações, tudo começou na última terça-feira (30), quando Diego Alves convocou uma reunião no vestiário, com os demais jogadores do elenco, sem a presença do comandante, Dorival Júnior, para explicar a sua versão dos fatos. O treinador ficou ciente do encontro e reuniu, mais uma vez, todos os atletas, desta vez no auditório do Ninho do Urubu. O propósito do técnico era conversar pessoalmente na frente de todos os companheiros, para que cada um pudesse expor seu ponto de vista sobre a situação, que tomou contornos de novela.

No entanto, o encontro esquentou e Diego Alves perdeu a cabeça, apontando o dedo no rosto do comandante e proferindo xingamentos. Carlos Noval, diretor de futebol do clube, foi chamado à reunião e confirmou a versão de Dorival, o que enfureceu ainda mais o goleiro. Neste momento, os próprios jogadores pediram para que a reunião fosse encerrada, já que o estado de estresse do arqueiro não permitia mais a conversa. Durante a reunião, Dorival revelou que pediu para o goleiro não ser multado pela diretoria, já que acreditava em um pedido de desculpas e um desfecho pacífico, o que não aconteceu. A reportagem tentou, ainda, contato com o empresário do jogador e a assessoria do clube, mas não foi atendida.

Fonte:Coluna do Flamengo





Share This Post

Leave a Reply