Share This Post

Flamengo

Presidente do Flamengo ironiza seus adversários políticos: ‘Estão desesperados’

Presidente do Flamengo ironiza seus adversários políticos: ‘Estão desesperados’

Bandeira de Mello em entrevista sobre a venda de Lucas Paquetá (Gilvan de Souza / Flamengo)

Recentemente, o Flamengo esteve envolvido em duas transações milionárias: a compra de Vitinho, que chegou do CSKA por €10 milhões, e a venda de Paquetá, no valor de €35 mi, para o Milan. Em meio a isso, o Conselho Deliberativo (CoDe) decidiu investigar possíveis irregularidades nos negócios, principalmente pelo fato de que os empresários dos atletas não receberam comissões. Nesta terça (23), foi nomeada comissão para passar a limpo as duas transferências, e a reportagem do Coluna do Flamengo entrou em contato com Eduardo Bandeira de Mello, presidente do clube, para saber o que ele pensa sobre a atitude do CoDe.





“Está claro para qualquer um que não tem absolutamente nada demais (nas negociações envolvendo Paquetá e Vitinho). Época de eleição surgem coisas desse tipo, insinuações maldosas e inconsequentes. Nem na venda do Paquetá, nem na compra do Vitinho, nem em nenhuma outra contratação do Flamengo, até mesmo em outros esportes, não tem nada que esteja fora das conformidades. O presidente do Conselho Deliberativo (Rodrigo Dunshee) sabe bem disso. Mas essa é uma oportunidade que ele tem para aparecer”, disse.

Em seguida, ele tratou a atitude de Dunshee (vice na chapa de Rodolfo Landim) como um ato de desespero:

“É difícil acompanhar o raciocínio de quem está desesperado para inventar alguma coisa. É natural que não haja comissão para empresário quando a negociação é feita diretamente entre os dois clubes”.

Fonte: Coluna do Flamengo

Share This Post

João Pedro Galhardi avatar
Estudante de Jornalismo, 19 anos, Setorista do Flamengo pelo Futebolzinho.com

Comente nesta notícia!

Comentários

No comments yet