Share This Post

Destaque / Flamengo

Interesse europeu, sonho vivido e efetividade: Paquetá é o ‘desequilíbrio’ do time

Reprodução / Internet

São apenas 21 anos e Lucas Paquetá já vive um sonho. Jogador de seleção brasileira, artilheiro do Flamengo no Brasileiro (7 gols) e, depois dos fatos citados, algo que não poderia ser diferente: o desejo dos europeus em contar com a joia rubro-negra. Desequilibrando no clube de maior torcida do Brasil, até o treinador de Neymar, Thomas Tuchel, foi perguntado sobre o meia do time carioca, e o técnico do PSG demonstrou que não está de ‘bobeira’.

“Conheço o jogador. É bom que ele esteja na seleção brasileira, mas não posso falar de um jogador que não esteja em minha equipe. Ele está no Flamengo, então não há comentários que eu possa fazer”, disse o comandante, despistando sobre alguma negociação.

 

Lucas Paquetá é visto por Neymar como uma promessa. A relação entre os brasileiros poderia ajudar em uma negociação. Foi assim quando Daniel Alves, que estava na Juventus, chegou ao PSG. Não só isso: Thiago Silva e Marquinhos, parceiros de seleção brasileira e também integrantes do time francês, ajudariam na adaptação do meia.





NÚMEROS FAZEM JUS AOS INTERESSES
Além dos sete gols citados no Brasileirão, Paquetá, mesmo em diversas oportunidades jogando atrás dos meias Diego e Everton Ribeiro, é o atleta mais efetivo do Flamengo. Com 34 finalizações em gol, é o melhor do clube no quesito, além de ser o segundo mais bem colocado na competição inteira, ao lado de Yago Pikachu, do Vasco, e atrás de Ricardo Oliveira (35), do Galo.

É também o jogador mais caçado do Flamengo, com 59 faltas sofridas, e o segundo que mais acerta passes, somando 1012 (atrás de Renê, que tem 1319). Se já não bastasse o poder ofensivo, está entre os três primeiros do time que mais desarmam. Com 56 botes certos, tem à frente dele Renê (59) e Cuéllar (68). Tudo isso em 22 jogos.

Contra o Corinthians, a posição de Lucas Paquetá é uma incógnita, porque Maurício Barbieri ainda não definiu o time. No último treino antes desta semifinal da Copa do Brasil, na Arena Corinthians, ele foi testado até de falso 9 (conforme informou o Coluna do Flamengo) posição que já atuou com a camisa do Flamengo. Mas com a volta de Diego, ele pode seguir jogando um pouco mais recuado e chegando como elemento surpresa. Seja no ataque ou no meio, o garoto é uma das principais esperanças da torcida para que o Rubro-Negro consiga uma vitória em São Paulo e chegue à grande final.

Share This Post

Lucas Pedrosa avatar
Jornalista. Cobertura de Vasco, Flamengo, Botafogo e Fluminense pelo site Futebolzinho. Passagens por Lance! e Esporte Interativo. Ética. Verdade. Respeito. Sempre apaixonado por esse tal de futebol.