Share This Post

A Gavea é Aqui / Flamengo

Se eu sou Rubro-Negra

Se eu sou Rubro-Negra

Eu gostaria muito de dizer que acho legal um jogador caro e que ainda não rendeu o esperado em campo, partir para um jogo decisivo e chegar na casa do adversário fazendo reverências respeitosas. Mas eu não acho.

Não gostei mesmo da declaração do Vitinho. Queria babar ovo? Ficasse quieto, marcasse o tal gol, que aliás ele ainda não marcou em time nenhum e não comemorasse. Eu continuaria não gostando, mas estaria feliz com o gol e a parada babaca passaria batida.





Mas não, Vitinho falou antes. Ele literalmente chutou uma colmeia e pode se arrepender amargamente por isso. O clube paga seu salário, te dá toda estrutura, te repatriou e tu mete essa pequeno Vitor? Sugiro rever seus conceitos.

Pra quem é “rubro-negro desde criancinha”, sinto gosto de vacilo no ar. Mas, já que nosso maior reforço decidiu homenagear o antigo empregador, que não o faça em dois, três gols marcados e com um dedo deprimente apontado pro céu.

Queria eu ter essa frieza no sangue, o meu sim, bem vermelho e preto, de marcar o meu primeiro gol, num momento importantíssimo e conseguir ser respeitoso com o ex-chefe. Mas eu não sou. Marcaria, chutaria a bola já dentro da rede, correria pra Nação, dançaria, gritaria meia dúzia de palavrões que a tv rebolaria pra não mostrar e explodiria de felicidade. Mas isso sou eu. Que venham os gols. Comemorados ou não, eu quero todos!

ISSO AQUI É FLAMENGO, PORRA!!!

Em tempo: Dourado teve uma puta passagem no Fluminense e até ceifou. Diego era um dos maiores craques, menino da Vila e comemorou contra o Santos. Enfim… #prioridades

Saudações Rubro-Negras!!!

Renata Rosa Graciano

Twitter: @regraciano

Instagram: @regraciano10

Share This Post

Renata Rosa Graciano avatar
Jornalista, peladeira e apaixonada pelas chuteiras pretas

Comente nesta notícia!

Comentários

No comments yet