A longa negociação por Ryan Babel deixou o Flamengo sem um dos nomes preferidos para substituir Vinicius Junior. Mas um antigo namoro voltou à tona: Vitinho, conforme informação veiculada na “Fox Sports” e na “Rádio Globo”.

O Flamengo e o agente do jogador não falam, mas já há um acerto encaminhado com o atleta. A questão principal é a pedida inicial do CSKA Moscou, de 10 milhões de euros. A negociação, porém, é considerada difícil.

A ideia é destinar mais que os recursos oferecidos na frustrada contratação do holandês do Besiktas, de 31 anos, pelo jogador brasileiro, que é sete anos mais jovem. O contrato de Vitinho com o CSKA vai até junho de 2020.

Rubro-negro declarado, o jogador, revelado pelo Botafogo, frequentou jogos do Flamengo nas férias e sempre manteve contato com alguns jogadores do time da Gávea. Apesar do antigo desejo da diretoria, Vitinho era visto como nome muito difícil pela alta pedida do CSKA. Com boa passagem pelo clube russo desde o retorno do empréstimo ao Internacional, o atacante, que atua pelos lados do campo, marcou 10 gols em 30 jogos no último campeonato do país da Copa – foi titular em 22 partidas.

Na Gávea, depois da frustrada tentativa por Babel, que envolveu idas e vindas, propostas e contrapropostas do Besiktas e também com o empresário do holandês, a missão é ir a fundo, ainda que de maneira mais silenciosa, para encontrar um substituto de peso para Vinicius Junior. Neste ano, o Flamengo ainda perdeu Everton, que era titular da posição – foi vendido para o São Paulo por R$ 7,5 milhões.

No orçamento do Flamengo de 2018 existia previsão de investimento. O clube não confirma e nem fala mais de valores, mas havia algo em torno de 6 a 7 milhões de euros disponíveis para investimento em contratações, mas a dificuldade no mercado e a proximidade do retorno das competições fazem o clube esticar a corda pelo jogador do CSKA.

Além da venda de Everton, o Flamengo recebeu a última parcela da venda de Vinicius Junior (cerca de R$ 60 milhões) para o Real e lucrou com outras negociações – vendas de Felipe Vizeu, Mancuello e Jonas.

Fonte: Globoesporte.com