Share This Post

Fluminense

Angioni lamenta contusão de Pedro e diz que Fluminense o negociava com o Real Madrid

Reprodução / Internet

Artilheiro dos Campeonatos Carioca e Brasileiro, melhor jogador do Fluminense na temporada com 19 gols em 40 jogos (até o momento da sua lesão) e convocação para a seleção brasileira. Sem sombra de dúvidas, era o ápice da curta carreira de Pedro. Normal então que viessem sondagens e até propostas: Borussia Dortmund (ALE), Bordeaux (FRA), Monterrey (MEX), Lyon (FRA) e, por fim, Real Madrid (ESP). O foi este último quem mais se aproximou de levar , o centroavante tricolor, chegando perto dos 30 milhões de euros (R$ 130,7 milhões) desejados pelo clube. A lesão esfriou o negócio e, em entrevista ao portal Lancenet, o executivo do futebol do Fluminense, Paulo Angioni, confirmou que o atleta seria vendido ainda no meio do ano.

“Havia um planejamento pensado para uma possível venda do Pedro. Óbvio que a lesão atrapalhou, e muito. Não só no negócio, mas a própria equipe, pois você não tem um atacante da envergadura do Pedro e específico na posição. Casualmente, atrapalhou também um negócio futuro. Essa fatalidade ocasionou a necessidade de buscar outro tipo de receita, já que o dinheiro de uma transferência era, teoricamente, condicionada. Não foi concretizada por uma fatalidade. Com certeza daria uma tranquilidade financeira até o final do ano. Se ele não tivesse se lesionado, acredito que teria sido vendido”, explicou Angioni.

Atualmente, não há mais propostas pelo atacante. Bordeaux foi o primeiro a tentar contratá-lo, no entanto, foi recusada pelos baixos valores (R$ 39,6 milhões). Posteriormente, o Monterrey, ofereceu cerca de R$ 87,7 milhões, proposta que o atleta e seu staff recusaram. Outro time que o sondou foi o Lyon, mas a equipe acertou com Moussa Dembele. Atento às investidas do mercado, o Fluminense fez um novo contrato até 2021 e aumentou a multa rescisória para 50 milhões de euros (R$ 217 milhões). Angioni lembra a existência de um plano de carreira para o jogador, comum aos atletas oriundos de Xerém e, mesmo se a negociação não evoluísse, o projeto estaria mantido.





“Esse (transferência) é um assunto que pode evoluir, é natural. Ele é muito jovem, a cirurgia foi super bem sucedida. Os primeiros momentos de recuperação são surpreendentes. A entrega e a dedicação dele são coisas que entusiasmam a qualquer um. Acredito que ele terá um processo menos demorado do que o previsto. Com isso, reativa uma ação. É um jogador de mercado. Acredito que seja uma receita que pode acontecer mais tarde. Acredito muito nisso e em uma recuperação magnífica. O Pedro vai atender o Fluminense de uma forma plena, como vinha fazendo”, complementou Angioni.

O Tricolor carioca tem 51% dos direitos econômicos do atacante e não deseja negocia-los por menos de 20 milhões de euros (R$ 94 milhões). Além disso, quer manter 20% de futura venda.

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, metade mineiro outra fluminense. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. O que eu subentendo do ser humano, devo ao futebol.

Leave a Reply