Share This Post

Fluminense

Com contrato próximo do fim, Marcos Jr. deixará Fluminense para jogar no futebol japonês

Com contrato próximo do fim, Marcos Jr. deixará Fluminense para jogar no futebol japonês

Marcos Jr. está de malas prontas para deixar o Fluminense. Com contrato acabando em 31 de Dezembro, o jogador de 25 anos está apalavrado com o Yokohama Marinos para 2019, mesma equipe que tentou contratá-lo no começo da temporada. Ele se apresenta no Japão em Janeiro.

Em abril, o clube japonês chegou a sondar o atleta, mas a negociação não evoluiu. As tratativas para renovação com o Fluminense estavam se prolongando durante todo ano e era de responsabilidade do presidente Pedro Abad. O clube idealizava mais um ano de contrato e um reajuste salarial. O tempo do vínculo e o valor do reajuste frearam a renovação. Com o término do contrato no fim de Dezembro, Marcos Júnior deixa o clube sem custos.





Inclusive, o atacante estava insatisfeito com os constantes atrasos de salários durante o ano. Depois da derrota para o Palmeiras, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi ele quem tomou a iniciativa de cobrar o dirigente Paulo Angioni no vestiário. Após o Fluminense conseguir se manter na primeira divisão, na partida contra o América Mineiro, chegou a declarar publicamente que Pedro Abad deveria renunciar.

O atacante era o segundo jogador com maior tempo de clube no atual elenco, perdendo somente para Gum. Marcos Jr. é formado nas categorias de base da equipe e subiu aos profissionais em 2012. A partir de então, teve uma curta passagem pelo Vitória em 2014. No resto da sua carreira, sempre jogou pelo Fluminense.

Em 2018, Marcos Júnior participou de 48 jogos e foi o vice-artilheiro da equipe no ano, com 9 gols, atrás só de Pedro, com 19.

Pelo Fluminense, o atacante foi campeão brasileiro de 2012, camepão carioca de 2012 e da Primeira Liga de 2016, tendo sido o autor do gol do título. Conquistou também as Taças Guanabara de 2012 e 2017, e a Taça Rio de 2018.

Fonte: Globoesporte.com

Share This Post

Comente nesta notícia!

Comentários

No comments yet