Share This Post

Fluminense

Fluminense descumpre acordo com Cavalieri e volta a sofrer na Justiça Trabalhista

Reprodução/Internet

A juíza Eletícia Marinho Mendes Gomes da Silva, titular da 31ª Vara da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro, multou o Fluminense em R$ 28 mil por atraso nas parcelas da rescisão com o goleiro Diego Cavalieri.

O jogador, dispensado pelo clube no final do ano passado, sob a justificativa de “contenção de gastos”, ganhou ação judicial reconhecendo débito de R$ 6,1 milhões da rescisão de contrato.





O clube já conseguiu quitar R$ 3,4 milhões, mas ainda resta pagar R$ 3,8 milhões em parcelas reajustáveis.

E foi justamente por conta do atraso no pagamento das parcelas que a titular da 31ª Vara aplicou a multa de R$ 28 mil – valor resgatado das contas do Fluminense após cinco tentativas frustradas de penhora nos últimos 30 dias.

Há dois meses, os advogados do clube tentaram nova audiência de conciliação para saldar a dívida com o goleiro, pedido negado pela magistrada.

Como ainda não há previsão de equilíbrio nas finanças, a diretoria segue com atraso de dois meses nos salários de funcionários e jogadores – três meses no pagamento de direitos de imagem dos atletas.

APROVAÇÃO DAS CONTAS

O Conselho Deliberativo tricolor discute na próxima terça-feira (9) a aprovação das contas de 2017.

A sessão deveria ter ocorrido em março.

O déficit tricolor é estimado em cerca de R$ 470 milhões.

Share This Post

1 Comment

  1. Antônio Ramos avatar

    Resultado um cancelamento de contrato irresponsável e danoso ao clube.

Comments are now closed for this post.