Share This Post

Flupress / João Bolt

Os gols tricolores em Copas

Os gols tricolores em Copas

Na coluna da semana passada publiquei um levantamento sobre a participação do Fluminense em Copas do Mundo. Hoje mostrarei os gols tricolores. Os que tem registro em filme, é claro.

Foram dez os gols da Seleção Brasileira em Copas do Mundo marcados por jogadores do Fluminense. Um número que a primeira vista não impressiona mas também não é baixo como pode parecer. Apenas sete clubes tem mais: Botafogo, Vasco, Barcelona, Flamengo, Santos, Inter de Milão e Corinthians. A título de curiosidade o Grêmio, clube de indiscutível grandeza, não tem nenhum gol.





Além destes dez gols pela Seleção Brasileira o Fluminense tem outros dois pelo Paraguai, totalizando 12 gols em copas. Vamos a eles.

Gols 1, 2 e 3 – Preguinho

Os três primeiros gols tricolores foram marcados por Preguinho na Copa de 1930. O atacante tricolor, capitão da Seleção, marcou o gol de honra do Brasil na estreia contra a Iugoslávia (1×2), e outros dois no segundo e último jogo, contra a Bolívia (4×0). Não foi o suficiente para classificar o Brasil para a fase seguinte, mas Preguinho entrou para a história como o autor do primeiro gol brasileiro em copas. Não há, ao menos que eu conheça, registro em vídeo destes gols. A matéria abaixo conta como foi o primeiro deles.

 

Gol 4 – Romeu Pellicciari
05/06/1938 – Brasil 6 x 5 Polônia
Stade de la Meinau (Estrasburgo)

Romeu marcou o segundo gol do Brasil, desempatando o jogo que estava 1×1 até então. Acredito que seja o gol mostrado no vídeo abaixo a partir de 4:53. No vídeo o gol é atribuído a Perácio, o que não me parece correto. Pela semelhança física, tudo indica que seja o gol de Romeu.

 

Gol 5 – Romeu Pellicciari
16/06/1938 – Brasil 1 x 2 Itália
Velodrome (Marselha)

O Brasil perdeu a semifinal da Copa para a Itália, que conquistaria o bicampeonato naquele ano. Romeu marcou o gol brasileiro nos minutos finais, quando os italianos já venciam por 2×0. O lance está no vídeo abaixo, a partir de 0:25.

 

Gol 6 – Romeu Pellicciari
19/06/1938 – Brasil 4 x 2 Suécia
Parc de Lescure (Bordeaux)

Na disputa do 3º lugar a Suécia abriu 2×0 mas o Brasil, em uma virada sensacional, venceu por 4×2. Romeu marcou o primeiro gol brasileiro, iniciando a reação. Não encontrei registro em vídeo deste gol.

 

Gol 7 – Didi
16/06/1954 – Brasil 5 x 0 México
Stade des Charmilles (Genebra)

Em sua estreia na Copa do Mundo de 1954 o Brasil conquistou uma fácil vitória sobre o México. Didi marcou o segundo gol com uma de suas venenosas cobranças de falta no estilo folha seca. O gol aparece no vídeo abaixo a partir de 0:45.

 

Gol 8 – Didi
19/06/1954 – Brasil 1 x 1 Iugoslávia
Stade La Pontaise (Lausane)

Esta partida ficou famosa pelo fato dos jogadores brasileiros não saberem que o empate classificava as duas equipes e portanto atacarem até o final buscando a vitória. A Iugoslávia abriu o placar e Didi empatou com um belo gol, que pode ser visto no vídeo abaixo a partir de 11:20.

 

Gol 9 – Romerito
04/06/1986 – Paraguai 1 x 0 Iraque
Estádio Nemesio Díez (Toluca)

O paraguaio Romerito, ídolo do timaço tricolor dos anos 80, jogou sua única Copa do Mundo no México, em 1986. No jogo de estreia mostrou logo seu cartão de visitas marcando o gol da vitória de seu país sobre o Iraque. Gol não, golaço, como se pode ver abaixo.

 

Gol 10 – Romerito
07/06/1986 – Paraguai 1 x 1 México
Estádio Azteca (Cidade do México)

Um empate heroico da seleção paraguaia contra os donos da casa diante de um público de 114 mil pessoas. O México vencia até os 39 minutos do 2º tempo quando Romerito, como uma bonita cabeçada, igualou o placar. O lance pode ser visto a partir de 1:18 no vídeo abaixo.
Depois do gol de empate o México ainda teve um pênalti a seu favor no último minuto. Mas o goleiro Fernández, pai de Gatito Fernández que atualmente joga pelo Botafogo, defendeu a cobrança de Hugo Sánchez.

 

Gol 11 – Branco
09/07/1994 – Brasil 3 x 2 Holanda
Cotton Bowl (Dallas)

Um dos gols mais importantes do Brasil na campanha do tetra. Cobrando falta com sua habitual força e precisão, Branco marcou o gol da vitória contra a Holanda, classificando o Brasil para a semifinal. Um gol marcante, que entrou para a história da Seleção Brasileira.

 

Gol 12 – Fred
23/06/2014 – Brasil 4 x 1 Camarões
Mané Garrincha (Brasília)

Fred marcou o terceiro gol do Brasil na vitória sobre Camarões que selou a classificação do Brasil para a segunda fase da Copa. O último de seus 18 gols pela Seleção, 14 deles como jogador do Fluminense. O lance está no vídeo abaixo a partir de 0:38.

 

LEIA MAIS:
A participação do Fluminense em Copas do Mundo
Um clássico de 100 anos
Se vale trófeu, dá Fluminense
O primeiro Fluminense x Grêmio
Chegou a hora de vencer a Chape
Nunca foi contrapeso
Histórico do Fluminense jogando na altitude
A regra não é clara e é seletiva
10 jogos nos quais o Fluminense buscou a vitória em desvantagem numérica
Ousar é necessário

 

Share This Post

João Claudio Boltshauser avatar
João Claudio Boltshauser (Bolt pra facilitar) curte escrever sobre o Fluminense Football Club, em especial sobre sua história. Aquela que traduz a predestinação para a glória.