Share This Post

Fluminense

Júlio César critica grama sintética após derrota na Sul-Americana: ‘Traz muita dificuldade’

Júlio César critica grama sintética após derrota na Sul-Americana: ‘Traz muita dificuldade’

Sem sombra de dúvidas, Júlio César foi principal nome do Fluminense nesta quarta-feira (7), na derrota por 2 a 0 frente ao Atlético-PR, válido pelas semifinais da Copa Sul-Americana. O goleiro fez quatro defesas difíceis, além outras três mais simples. Desta forma, garantiu que o placar não fosse ainda maior, mantendo o clube vivo na luta por uma vaga na decisão. Ao avaliar a partida, fez questão de destacar que o fator gramado sintética altera muito, uma vez que a velocidade da bola dificulta para quem não está acostumado.

“Podem discordar de mim, respeito a opinião de cada um, mas o fator grama sintética altera muito. É uma semifinal, está tudo em aberto. Tenho plena convicção que a nossa torcida vai lotar o Maracanã e nos apoiar. A questão da velocidade muda totalmente. O Atlético-PR no seu CT tem um campo próprio pra isso. Tanto que treinam na grama sintética quando jogam em casa e em outra quando jogam fora. Isso não tá sendo desculpa, mas traz muita dificuldade”, analisou Júlio César





Apesar do resultado negativo, o arqueiro se mostra confiante para o jogo de volta. Como motivação, usou o exemplo da vaga conquistada diante do Nacional-URU, em Montevidéu, já que, segundo o camisa 22, “ninguém acreditava”. Com a expectativa de Maracanã lotado, o Fluminense pode buscar a classificação no próximo dia 28 de novembro.

“90% não acreditava que passaríamos do Nacional. Respeitamos o Nacional, mas mostramos nossa grandeza e nos classificamos. Temos condições de chegar no nosso estádio, lotar o Maracanã e podemos reverter esse placar”, finalizou o goleiro.

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. Tudo que eu entendo do ser humano, devo ao futebol.

Leave a Reply