Share This Post

Fluminense

Junior Barranquilla vence fora de casa e encaminha classificação para a final da Sul-Americana

Junior Barranquilla vence fora de casa e encaminha classificação para a final da Sul-Americana

Na semifinal da Copa Sul-Americana entre clubes brasileiros, vitória para o Atlético-PR, que derrotou Fluminense em casa, por 2 a 0, na quarta-feira, em Curitiba. Na outra semi, Santa Fé e Junior Barranquilla fizeram o duelo colombiano nesta quinta-feira (8), partida de ida, no El Campín (estádio do Santa Fé), e os visitantes levaram a melhor: venceram por 2 a 0 e deram importante passo para chegar à final do torneio pela primeira vez. Os gols foram marcados por Téo Gutiérrez e Piedrahita.

Desta forma, o time de Barranquilla pode perder por até um gol de diferença em seu Estádio Metropolitano para chegar à final contra Atlético-PR ou Fluminense, que voltarão a se encontrar para o jogo de volta, no dia 28, no Maracanã.





No primeiro tempo, o confronto entre o nono (Santa Fé) e sexto colocado (Júnior Barranquilla) do campeonato colombiano foi marcado pela rivalidade, com entradas duras e jogadas um tanto agressivas. O árbitro Esteban Ostojich distribuiu sete cartões amarelos (quatro para o Junior Barranquilla e três para o Santa Fé) na punição aos faltosos.

Em uma das poucas boas jogadas da etapa inicial, aos 39 minutos, o Junior Barranquilla chegou ao gol:  Téo Gutiérrez foi lançado por Barrera, driblou o goleiro e mandou para a meta vazia de Zapata. O gol chegou a ser anulado pela arbitragem uruguaia, mas foi confirmado pelo VAR.

Ano passado, Junior foi eliminado nas semifinais da Sul-Americana após ser eliminado pelo Flamengo. (Foto: Leonardo Muñoz/EFE)

Aos três minutos do segundo tempo, o lateral-direito Piedrahita recebeu ao lado da área e acertou um lindo chute cheio de efeito, que enganou o goleiro do Santa Fé: 2 a 0 Junior Barranquilla. O técnico Guillermo Sanguinetti até tentou tornando o time da casa mais ofensivo – colocou o meia Guichón e os atacantes Aguirre e Bentancourt -. mas, na melhor chance de Guichón, aos 33, o goleiro Viera salvou com o pé esquerdo.

A situação do Santa Fé ficou ainda pior quando o VAR alertou o árbitro da entrada dura de Javier López em Barrera, transformando um cartão amarelo em expulsão. Melhor para o Junior Barranquilha que pôde manter a vantagem sem sobressaltos.

NÚMEROS DO JOGO SANTA FÉ X JÚNIOR BARRANQUILHA:

  • Posse de bola: 47,8% x 52,2%
  • Finalizações Certas : 3 x 5
  • Finalizações Erradas: 6 x 3
  • Total de Passes: 239 x 323
  • Passes Errados: 43 x 36
  • Cartões Amarelos: 3 x 4
  • Cartões Vermelhos: 1 x 0
  • Faltas: 12 x 12

Dados: FootStats

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. Tudo que eu entendo do ser humano, devo ao futebol.

Leave a Reply