Share This Post

Fluminense

Mais despedidas: Richard e Digão dão adeus emocionados com a permanência na Série A

Mais despedidas: Richard e Digão dão adeus emocionados com a permanência na Série A

Autor do gol que garantiu a permanência do Fluminense na Série A, Richard, após o jogo, falou emocionado em tom de despedida – o mesmo está negociado com o Corinthians. O volante lembrou dos torcedores que invadiram o CT do Fluminense, na última sexta-feira (30), e o chamaram de mercenário. Disse que não guarda mágoa do clube que o apresentou para o Brasil. Ao contrário, sente gratidão pelo Tricolor.

“Queria desabafar porque só a gente sabe o que passou lá dentro. Me chamaram de mercenário, tudo que você possa imaginar, de que eu ia para o Corinthians. Não tive medo algum, isso serve de aprendizado. Não tenho raiva nem rancor de quem foi lá e me xingou. O que eu consigo ter por esse clube é só gratidão mesmo. Por tudo que fizeram por mim, pela oportunidade. Me apresentaram para o mundo. Gratidão eterna por esse clube e por esse torcida. Por tudo que passamos no ano, não merecíamos cair. Pela instituição Fluminense”, despediu-se Richard.
Richard ainda destacou a força do elenco e ressaltou que a vitória deste domingo não tem nada a ver com a invasão ao CT.
“Para mim, significa tudo. Fiz o gol, mas o mérito é de todo o grupo. Independentemente do que aconteceu, invadiram lá, cobraram. Não é porque cobraram que a gente jogou hoje. Futebol é feito de fase, a nossa fase estava ruim e a bola não queria entrar”, finalizou.

Na saída de campo, o capitão Gum ainda elogiou o volante.





– Deus abençoou muito esse rapaz aqui. Muitos jogos no limite, fazendo tratamento para dor, vendido faz tempo, mas em nenhum momento deixou de nos ajudar.

Outro que falou no adeus foi Digão. O zagueiro ressaltou o “caminhão de areia” que saiu das costas com o alívio da vaga garantida na Série A.

“Para mim foi um caminhão de areia que saiu das costas. Estava muito ansioso para começar esse jogo. O torcedor não sabe o que a gente passa ali dentro. Agora é esquecer futebol por um mês. Vivi uma vida toda no Fluminense, não poderia sair desse clube deixando na segunda divisão. Não é um título, mas tem que comemorar, sim. Agradecer a torcida, que não nos abandonou. Quarta fez um grande espetáculo. Hoje também. A vitória é para eles”, disse Digão

Digão tem contrato de empréstimo se encerrando com Fluminense e voltará ao Cruzeiro. (Foto: Gazeta Press)

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. Tudo que eu entendo do ser humano, devo ao futebol.

Comente nesta notícia!

Comentários

No comments yet