Share This Post

Fluminense

Médico do Fluminense atualiza panorama dos lesionados do elenco tricolor

Médico do Fluminense atualiza panorama dos lesionados do elenco tricolor

O médico do Fluminense, Dr. Douglas Santos, deu uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, dia 10 de outubro, no centro de treinamento Pedro Antônio. Ao lado de Marquinhos Calazans, falou sobre as cirurgias do atacante, determinou prazo para Gilberto voltar a treinar, atualizou as condições do Pedro e, por fim, falou sobre Pablo Dyego e De Amores.

Segue abaixo as condições de cada jogador:





CALAZANS:

O atacante retornou após um ano e dois meses longe dos gramados. Além disso, foram necessárias duas cirurgias. A primeira após a lesão contra o Atlético-GO, dia 5 de agosto de 2017. A segunda no começo de janeiro, uma vez que foi agredido por torcedores do Flamengo no dia da final da Sul-Americana. O doutor comentou a recuperação e pediu paciência até que o atleta tenha 100% de condição de jogo.

“Ele sofreu uma agressão, teve que passar por uma reestrutura no joelho. Não é uma fase boa para ter uma nova cirurgia porque já tinha passado por outra. A gente vê que correu tudo bem, ele acabou de falar que não está 100% na parte física, mas a expectativa é que tenhamos um pouco de paciência. Estamos cumprindo o calendário dele certinho”, disse Dr. Douglas Santos.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

GILBERTO:

O lateral direito é outro que não entra em campo desde o jogo contra o Cruzeiro, há mais de um mês. Gilberto está com edema ósseo no joelho direito. O problema é tanto que para o jogo contra o Flamengo, por exemplo, o tricolor não contará com nenhum jogador da posição. O coordenador médico estipulou de 15 a 20 dias para que o atleta retorne aos treinos.

“Gilberto deve começar a fazer um trabalho de reforço do joelho essa semana. Reforçar a musculatura para que ele retorne em breve aos gramados. É um tratamento especifico para voltar a jogar, porque antes ele estava apenas na parte de repouso. Não tem previsão pois depende da reação dele. Medicina não tem como falar algo 100%, mas hoje não tem indicação de cirurgia. A gente acha que já deu tempo de cicatrizar, mas se começar a colocar peso e voltar a doer, tem que dar um passo atrás.  A expectativa é de que vá bem. Em torno de 15 a 20 dias ele deve estar no gramado de novo”. declarou o doutor, emendando sobre as expectativas sobre o lateral:

“Ele tem chance, sim, de jogar neste ano ainda. A chance é grande. Como falei antes, medicina não é ciência exata. Não tenho como afirmar 100%. A gente quer que ele jogue, trabalhamos para isso. A chance é muito boa”.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

PEDRO:

Na mesma partida contra o Cruzeiro, o Fluminense também perdeu o seu artilheiro Pedro. O centroavante torceu o joelho direito, às vésperas de se apresentar a seleção brasileira. Depois disso, foi detectado um estiramento no ligamento cruzado e foi necessário passar por cirurgia.

“Ele está na fase inicial de recuperação. O tempo de cirurgia é pequeno ainda. Está dentro do que a gente espera. Em breve, as coisas começam a melhorar. Por ora, faz tratamento em casa. Na semana que vem deve estar no clube e aí daremos adiantada na recuperação dele”.

Foto: Divulgação

 

PABLO DYEGO E DE AMORES:

Desde o jogo contra o Vitória, dia 9 de setembro, Pablo Dyego não configura nem entre os relacionados em razão de dores no púbis. Já, De Amores, ainda não estreou pelo Fluminense, em virtude de estar convivendo com uma série de lesões. Sobre ambos atletas, Pablo Dyego é o mais próximo a retornar.

“Está na fase de transição, com o preparador físico. Com algum limite, mas treina bem. Acredito que na semana que vem poderá ficar à disposição do treinador”. Sobre o goleiro:

“Está um pouco mais atrasado, mas está indo bem. Tem chance de voltar a treinar ainda neste ano com o preparador de goleiros”.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

 

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. O que eu subentendo do ser humano, devo ao futebol.

Leave a Reply