“O possante esquadrão do Fluminense F.C., do Rio de Janeiro, que ora nos visita, obteve na tarde de ontem um espetacular triunfo frente ao Grêmio Porto-Alegrense, pelo expressivo placard de 4×0”. Foi desta forma que o jornal gaúcho “A Federação” abriu sua matéria sobre o jogo Fluminense x Grêmio, disputado no dia 15 de Agosto de 1937. O primeiro confronto da história entre os dois clubes, que hoje voltam a se enfrentar pelo Campeonato Brasileiro.

Na mesma matéria o Fluminense é citado como o “clube brasileiro de maior cartaz, constituído unicamente por cracks de grande renome”. Não é exagero. O Fluminense tinha na época um dos maiores times de sua história. Um esquadrão que começou a ser formado em 1935, com a contratação de vários jogadores da seleção paulista, e durou, com variações é claro, até 1941, quando conquistou o Campeonato Carioca no lendário Fla-Flu da Lagoa.





Dos 11 jogadores que entraram em campo naquela tarde de domingo, quatro estariam na Copa do Mundo no ano seguinte: Romeu, Tim, Hércules e Machado. E só não foram cinco porque o goleiro titular Batatais, outro que foi à Copa, não pôde jogar. Para se ter uma ideia do poderio ofensivo da equipe, Vicentino, Romeu, Sandro, Tim e Hércules, os cinco jogadores da linha de frente tricolor nesta partida, juntos somam 446 gols pelo Fluminense.

Por seu lado o Grêmio também tinha um time de respeito. Seria campeão citadino de Porto Alegre em 1937. Naquele ano Grêmio e Internacional se profissionalizaram e não disputaram o Campeonato Gaúcho, que ainda era amador. Desta forma o campeonato de Porto Alegre acabou sendo o mais relevante do estado na temporada.

Era portanto um jogo de grande cartaz, como se dizia. Outro fato que aumentava o interesse pela partida é que os jogos entre clubes cariocas e gaúchos na época eram muito pouco comuns. Para se chegar a Porto Alegre era necessário encarar uma viagem de cinco dias de navio. Com tanto interesse e expectativa era natural que se esperasse um grande público, e foi o que ocorreu. O Estádio da Baixada, antigo campo do Grêmio, ficou completamente lotado.

O Grêmio até conseguiu equilibrar o jogo no primeiro tempo, segurando o 0x0. Mas na segunda etapa os craques tricolores botaram em prática toda a sua categoria e chegaram à vitória. Vicentino com um chute forte abriu a contagem. Romeu fez o segundo. Sandro, completando um cruzamento de Hércules, fez o terceiro. E o próprio Hércules, de falta, o quarto.

Ficha técnica:

João Claudio Boltshauser avatar

João Claudio Boltshauser (Bolt pra facilitar) curte escrever sobre o Fluminense Football Club, em especial sobre sua história. Aquela que traduz a predestinação para a glória.