Leonardo Bagno

Leonardo Bagno Flupress

Projeto Cultural Tricolor

Tricolores, Quem tem lido meus famigerados textos sabe que eu insisto em defender que o Fluminense é a sua torcida. Digo isso por força da nossa história, totalmente construída através do esforço de nós, torcedores. Não tenho certeza do que vou escrever, mas acho que o terreno cedido pela Prefeitura do Rio de Janeiro para a construção do nosso atual Centro de Treinamento foi o único exemplo de ajuda direta da Administração Pública ao Fluminense desde 1902. Pois bem, seguindo nessa linha, a nossa torcida novamente vem inovar com o objetivo de engrandecer o Fluminense (sempre). Neste sábado, 01º de setembro de 2018, às 16h, na Praça Poeta Duque Costa, localizada na esquina das ruas Pinheiro Machado com Moura Brasil, em Laranjeiras, ocorrerá o primeiro encontro de torcedores interessados em c...

A saída é por onde eu entrei?

Tricolores, Como é a sua experiência quando vão ao Maracanã ver os jogos do Fluminense? O que te motiva a ir aos jogos do nosso clube? Eu, particularmente, costumo ir a todos os jogos do Fluminense no Rio de Janeiro. Em outras palavras, a minha experiência não é importante para o clube como fornecedor de um serviço. O que me motiva a sair de casa para ir ao Maracanã é o mesmo fato que me faz ir à Moça Bonita: ver o Fluminense. Portanto, não sou parâmetro para medir o comportamento da nossa torcida. Contudo, as perguntas acima, dentre outras, são de suma importância para o Fluminense conhecer o comportamento da sua torcida a fim de aprimorar a experiência do seu consumidor e, com isso, tornar o evento mais atrativo, aumentando seus clientes. Basta ver que, atualmente, nossa média é de quinz...

Abad, deixa o menino jogar!

Tricolores, Pedro, um dos nossos moleques de Xerém, atacante da camisa 9, artilheiro do campeonato Brasileiro, de apenas 21 anos, foi convocado para a seleção brasileira de futebol. Aquela cuja história, quando contada sem clubismos, obrigatoriamente possui ao menos um capítulo inteiro dedicado ao Fluminense F. C. por conta da nossa importância para a sua existência. Pedro, por conta da sua qualidade técnica e faro de gol, vem sendo comparado com um ídolo do Fluminense: ninguém menos do que Fred. Independentemente de qual seja a sua opinião sobre Fred, fato é que não se discute a sua qualidade técnica. Um dos maiores atacantes que já vestiram a nossa camisa. Na minha opinião, é o segundo melhor que vestiu, perdendo apenas para Romário. Por favor, não me interpretem mal. Não estou dizendo q...

Os Bravos 9 Anos de Vida

Tricolores, Na segunda-feira passada (06 de agosto de 2018), a Bravo 52 completou nove anos de existência e eu não poderia deixar passar em branco esta data. Afinal, tenho um carinho especial por essa galera que me enche de orgulho nos jogos do Fluminense pelo mundo. Como já disse aqui, acredito que na coluna de sábado passado, participei da Legião Tricolor desde o seu início, em 2006, e permaneci com o movimento popular até o seu esgotamento. As pessoas que tocavam o barco cansaram-se logo após a Libertadores de 2013. Os motivos foram diversos, mas os preponderantes foram a ausência de alguém para assumir, executar e propagar os nossos princípios, o avanço da idade do pessoal e as responsabilidades que advieram por conta deste fato, especialmente em casa perante a família. Muitos começara...

Chegou a nossa vez

Tricolores, Que jogo maravilhoso o de quinta-feira. Não pela qualidade técnica apresentada pelos jogadores, mas pelos gols no final da partida e pelo comportamento da torcida que, no pós-Copa, tem sido espetacular. Não em quantidade, pois neste quesito ainda estamos devendo (quando o pessoal perderá a preguiça e encontrará o caminho para o Maracanã?). Mas a qualidade do torcedor que tem ido aos jogos tem sido fantástica. São jogos como este que me fazem ter a certeza de que ir ao estádio é o único lugar possível de estar quando o Fluminense estiver jogando. Nada se compara à emoção sentida no local do acontecimento. O ambiente gerado pela explosão da torcida no gol, o abraço coletivo nos amigos que estão ao redor, a música que vem forte logo em seguida da bola encostar na rede, o bandeirin...

O respiro do Fluminense

Tricolores, É muito bom ver o Fluminense sendo Fluminense novamente. Eu sou suspeito para falar, pois ir aos jogos do Fluminense é uma terapia da qual eu raramente abro mão. Só que experimentar jogos como esse de quarta-feira passada, contra o Palmeiras, sempre é emocionante. Lava a alma. Voltamos para casa com a sensação de que a justiça existe (apesar de futebol nada ter a ver com justiça). Que o Fluminense está ali, ainda que adormecido, mas desesperado para ocupar o seu lugar de protagonista de novo. E, como vocês já sabem, o Fluminense é a sua torcida. Eles confundem-se. Que alegria ver as imediações do Maracanã com milhares de tricolores. Tricolores de todas as idades e gêneros, com suas camisas tricolores e brancas. Quando esse fenômeno acontece, muito difícil do resultado ser negat...

Eu te amo, Fluminense

Tricolores, Hoje é um dia muito especial para todos nós. Dia de comemorar mais um aniversário de existência do nosso primeiro amor: o Fluminense. Desejo para todos nós um dia maravilhoso, assim como a bandeira do nosso clube. Para o Fluminense, meus votos são singelos: Que a sua história inspire seus gestores a perpetuar a sua grandeza; Que as suas conquistas ensinem seus gestores a disputar todo e qualquer campeonato para ser campeão; Que o seu pioneirismo sirva de exemplo para seus gestores encontrarem saídas para as dificuldades que venha a experimentar; Que o amor incondicional da sua torcida seja demonstrado e praticado diariamente; Que suas cores conquistem os corações de inúmeras crianças; e Que seu escudo permaneça sorrindo. Fluminense, te amar é minha raiz e estar ao seu lado é o ...

Ser Fluminense

Tricolores, Eu tenho o privilégio de, haja o que houver, onde quer que eu vá, levar comigo as cores que herdei. Isso porque meu pai e minha mãe são Fluminense e foram eles quem me passaram o amor pelo verde, branco e grená. E é sobre essa herança, especialmente sobre o motivo dela ter sido aceita por mim, que eu gostaria de conversar com vocês hoje. Inicialmente, importante contextualizar o que aconteceu durante essa passagem. Apesar de nascer em 1978 na Cidade do Rio de Janeiro, minha família mudou-se para Porto Alegre logo em seguida. Morei por lá durante seis anos, retornando para a Cidade Maravilhosa em 1984. Não tenho muitas lembranças sobre futebol nesse período. Minha relação com o esporte resumiu-se a participar de uma carreata em Porto Alegre para comemorar o título brasileiro de ...

O Campeonato Brasileiro de 1970

Tricolores, Eu havia comprometido-me a escrever sobre o segundo jogo mais emocionante que presenciei quando criança, mas este ficará para o próximo sábado, sem falta. É que eu fiquei contagiado com o clima de Copa do Mundo e acabei lembrando-me de um fato que é muito pouco conhecido por nós e, infelizmente, praticamente inexplorado pelo próprio Fluminense: o campeonato brasileiro de 1970. Não estamos nas semifinais da Copa do Mundo de 2018. Estávamos, até ontem, bem próximos de sagrar-nos hexacampeões de futebol, conquista que seria inédita na história. Em 1970, contudo, quando nos sagramos tricampeões, nenhuma seleção havia alcançado tal marco na história das Copas do Mundo. O Brasil, inclusive, ganhou definitivamente a taça Jules Rimet justamente por ter sido a primeira seleção a conquis...

A Torcida do Fluminense – Parte 1

Tricolores, Depois de dois causos de experiências minhas em jogos, acho que chegou a hora de começar a conversar com vocês um pouco sobre algo que me fascina desde os primeiros anos de vida: a torcida do Fluminense. E, para falar sobre isso, nada melhor do que retornar cerca de 30 anos no tempo para tratar de dois jogos que mais me marcaram quando criança. Um aconteceu em 1987 e o outro, dois anos depois (este abordarei no próximo sábado). O jogo de 1987 foi contra o São Paulo, no Maracanã, e ocorreu no dia 08 de fevereiro (veja o gol da partida abaixo). Coisas do futebol brasileiro, a partida era válida pelas quartas-de-final do Campeonato Brasileiro de 1986 (competição na qual o Botafogo foi rebaixado – minuto 1:34 do vídeo -, mas foi beneficiado com uma virada de mesa e jogou a pr...

“Luiz Henrique” e os pênaltis que não terminaram

Tricolores, Com a parada do Campeonato Brasileiro por causa da Copa do Mundo, falar sobre o Fluminense exige um certo sacrifício para relembrar histórias que sejam interessantes. Se levarmos em consideração a recente saída de Abel Braga e as quatro derrotas consecutivas, inspirar-se no atual momento do clube para lembrar de alguma não seria uma boa ideia. Talvez seja por isso que a história a ser compartilhada hoje com vocês não guarde proporção direta com o tamanho do Fluminense. Contudo a tenho com carinho. Estádio das Laranjeiras, meados da década de 90. O Fluminense jogava contra o Volta Redonda, partida válida por um campeonato qualquer desses que existiam naquela época (Copa Rio, salvo engano). Lembro-me que era de tarde e estávamos no meio da semana (uma quarta-feira talvez). O públ...

O dia que Buiu jamais se esquecerá

Tricolores, A história que tenho para contar é sobre dois meninos: um anônimo tricolorzinho e um vascaíno “chamado” Buiu. Um alerta cabe ser feito: é politicamente incorreta. Até porque ela se passa no início da década de 90, época que o politicamente correto não tinha apelo e ninguém se preocupava com ele. Há quem diga que os tempos eram melhores, pois as coisas eram mais leves e ninguém ficava ofendido com as brincadeiras. Se ficasse, duas eram as maneiras de solucionar a ofensa: porrada ou resignação. Outros defendem que eram melhores somente para aqueles que não eram objeto da troça. Não vou entrar neste mérito. O objetivo é apenas alertá-los que a história a seguir é politicamente incorreta e que a solução dada para o caso foi a primeira opção. O cenário O ano era 1991, Ca...

  • 1
  • 2