Nas 4 linhas com Dedé

Nas 4 linhas com Dedé Moreira – Coluna dedicada para avaliação tática e jogos importantes do cenário mundial. Futebolzinho.com

Brasil x Bélgica x França e os comentaristas de resultado

Se a gente pegar todas as previsões feitas antes da copa, por quem entende e acompanha futebol não encontrará nada muito diferente de Brasil, França, Espanha, Alemanha e Bélgica como as favoritos ao título.  E Inglaterra, Croácia, Argentina e Portugal correndo por fora, os dois últimos pela capacidade individual de Messi e Cristiano. As pessoas seguem acreditando que individualidades superam uma coletividade ruim, quando na verdade é o inverso. A individualidade está a serviço de um coletivo forte.  Pois bem, Brasil e Bélgica se encontraram nas quartas de final.  E agora eu vou postar aqui lance a lance do jogo separando as chances de gol e as chances claras de gol pra depois a gente falar dele:  Chances Claras 1º tempo:  – Tiago Silva acerta a trave num escanteio.  – Miranda r...

Simplesmente Messi

João Pedro é filho de um amigo de infindáveis resenhas, Luis Carlos Máximo. E João parece ter herdado do pai o apreço pelos craques. Li muita bobagem sobre Messi nessa copa. E muita coisa legal também, de bons jornalistas inclusive. Mas foi desse moleque (pela idade acho q posso chamá-lo assim) que li o melhor texto sobre o maior que eu vi jogar. Fala João: “Dormi pouco e mal de ontem pra hoje, não só pelas noites a fio típicas de fim de período, mas sobretudo pela a ansiedade e a expectativa para o que seria essa Argentina pós-classificação improvável, como se portaria diante o primeiro confronto contra uma campeã do mundo e se haveria maior organização tática para que a esquadra de Sampaoli provasse ser outra equipe e se colocasse de fato como candidata ao título. Passou longe diss...

Richard e Marlon Freitas em números

O Fluminense acaba de investir mais de 800.000 reais na contratação do Richard. Marlon Freitas acaba de perder uma bola que gera o segundo gol do Avaí e deixa a situação do Fluminense complicada na Copa do Brasil. Escrever esse post hoje é pedir pra tomar porrada. Mas lá vai. Até porque análise não é feita com o fígado, nem com interesses escusos de apoiar tudo o que temerária gestão Abad vem fazendo com o Fluminense Começo pela conclusão final: A compra do Richard, em que pese o baixo investimento, foi completamento desnecessária. Há no país mais de 400 jogadores que fazem a mesma função do Richard e que poderiam vir pro Fluminense sem custo. A comparação com o Marlon Freitas é proposital porque hoje é um jogador que está em baixa com o a torcida. Os números são do último Campeonato Brasi...

Guardiola, Kasparov e o favoritismo do PSG

Amanhã tem Real e PSG. Nas redes sociais, nas minhas conversas particulares, nos programas esportivos, o PSG é dado como favorito pela maioria dos participantes. Eu considero o PSG favorito também. E aí a gente para pra ver uma grande maioria apostando contra um time que é o bicampeão do torneio e que ganhou 3 das últimas 4 Champions. Pra se ter uma ideia da dificuldade disso, o último bicampeão foi o Milan em 1989 e 1990. Ganhar 3 das últimas 4 edições, aconteceu com o Bayern de Munique e com o Ajax na década de 70, quando os dois foram tri-campeões. Não à toa, Alemanha e Holanda fizeram a final da Copa de 74. É raro uma grande maioria considerar favorita uma equipe que joga contra a bicampeã do maior torneio de futebol do planeta e que manteve todos os seus jogadores campeões. A pergunta...

Xavi, a Copinha e algumas reflexões

O professor Leo Samaja, que coordena o maior (e mais completo) curso para treinador da América do Sul, realizado pela AFTA (Associação de Treinadores de Futebol Argentino), disparou semana passada nas redes sociais: “Há meses leio extensas matérias de treinadores de base postando em redes sociais sobre losangos, transições, metodologias e belos conceitos científicos da bola. Começou a Copa São Paulo e esperava ver tudo isso na prática. Belo mundo da internet!” Há pouco tempo atrás escrevi sobre isso na página do Flu no Globoesporte ( Por um novo modelo!) mas parece muito claro que o problema abrange o futebol brasileiro como um todo e seus profissionais, incluindo base e profissional: O discurso completamente desalinhado da prática! Escrever sobre isso é a parte mais fácil. Um, dois livros...

Dourado ou Fred, quem teve um 2017 melhor?

É fato que Dourado teve o melhor ano de sua carreira.É senso comum dizer que nesse ano de 2017, Dourado jogou mais que o Fred. Será que foi mesmo? Vamos aos números porque são eles que desafiam e desmentem as verdades absolutas. Primeiro vamos aos gols de cada um:   Dourado J M GM Copa Sul-Americana 7 570 4 Brasileirão 30 2603 18 Copa do Brasil 7 506 4 Campeonato Carioca 11 792 6 Primeira Liga 2 160 0 Total 57 4631 32 Fred J M GM Libertadores 7 581 6 Brasileirão 27 2077 10 Copa do Brasil 3 229 1 Mineiro 12 885 10 Primeira Liga 4 318 1 Total 53 4090 28 A média de gols do Dourado é de 0,56 por partida. A do Fred é 0,52 por partida. Sabemos que em alguns jogos do Atlético com o Micale, Fred foi reserva. Passsemos então a dividir a quantidade de gols por minutos jogados. Dourado. 32 gols ...

A queda do Fluminense em números

As atuações ruins são muito óbvias. Nem precisa ser um observador atento para chegar a essa conclusão. Os resultados recentes são reflexo disso. Os números do Fluminense nesse segundo turno são alarmantes. Se no primeiro turno o ataque funcionava, a média de gols por finalização estava ótima e esses números serviram pra deixar o Fluminense ali no meio da tabela, o que ocorre no segundo turno é o oposto. O Fluminense não se destaca em nenhum número importante numa partida de futebol. Vamos a eles: 1 – 11 times fizeram mais gol que o Flu no segundo turno. Em 6 jogos foram apenas 5 gols. Desses 5 gols, só 1 de bola rolando, o do Dourado contra o galo. Os outros 4, foram 1 de pênalti, 2 de escanteio e 1 de lateral na área. Em 3 dos 6 jogos, o Fluminense não fez gol. 2 –  O Fluminen...

Botafogo – 13 Reasons Why

1 – Na pré-libertadores foi o time que mais desarmou corretamente seu adversário. Foram 57 desarmes certos em 4 jogos, líder nesse quesito. 2 – Na pré-libertadores, foi o segundo time que mais fez interceptações, 17 em 4 jogos. 3 – Bruno Silva foi o jogador que mais desarmou na pré-libertadores: 15 vezes em 4 jogos. Média ótima de 3,8 por jogo. E o Botafogo passou pra fase de grupos quando quase todo mundo duvidava. Dúvida essa que perseguia o clube depois de uma situação de quase insolvência causada pela dobradinha Assunção/Poder Público (que covardemente lhe tirou o Engenhão para beneficiar o consórcio que assumia o Maracanã). E enquanto o governador está preso, o Botafogo orgulha seu torcedor. 4 – Na libertadores a agressividade na marcação continua. O time desarma seu adversário em méd...

Índice de Poder Defensivo dos Volantes

A fórmula é simples: IPDV = Desarmes + Interceptações / quantidade de jogos. Algumas observações: A lista contém 36 jogadores de meio campo que possuem funções defensivas importantes nos seus times. A escolha foi feita pela quantidade de jogos e titularidade. Por isso, jogadores reconhecidamente titulares nos seus times que estão contundidos e jogaram menos foram colocados nela. Os times que jogam com menos posse de bola tendem a ter jogadores com melhores números neste quesito. Estes números não encerram nenhuma questão relacionada à coletividade. São apenas números individuais de cada jogador e que levam em consideração 2 quesitos: Roubadas de bola e interceptações. Foram incluídos nos números as roubadas de bola e as interceptações que chamamos de “erradas”, uma vez que tant...

Richarlison vendido. Aonde essa filosofia vai nos levar?

Richarlison chegou no Fluminense ano passado depois de uma boa série B pelo América MG. Moleque novo, veio como aposta, aposta cara é verdade (R$ 10 Milhões por 50% dos direitos), mas ainda assim aposta. É valor de jogador pronto, ainda mais num clube que conta dinheiro. E foi tratado pelo clube, erradamente, como jogador pronto. Mais que isso. O Fluminense tratou Richarlison como substituto do Fred. Hoje irão negar, mas foi contratado pra isso. Veja o que o Peter falou em entrevista ao Lance: “A saída de um ídolo deixa saudades, mas não impede que o clube continue com o foco de construir um futuro. Temos dois promissores camisa 9. O Richarlison, que foi uma aquisição, e o Pedro, que ainda tem mais dois anos de sub-20 pela frente. O foco no Fluminense é ter um desenvolvimento sustent...

Corinthians: Muita grana ou inteligência?

O Corinthians lidera o Campeonato com um aproveitamento incrível. E depois de um início de ano com o título paulista e uma eliminação precoce na copa do Brasil começa a performar de forma espetacular. Será que é resultado da tal “espanholização” ou fruto de um trabalho excelente que vem sendo desenvolvido no departamento de futebol? O time titular do Corinthians é esse aqui: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Arana. Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Jadson, Romero. Jô. Querem saber como essa galera chegou no Corinthians? Cássio – chegou em 2012, depois de jogar no PSV. Sem custo Fagner – vendido pelo Vasco para a Alemanha (Wolfsburg) e de lá emprestado ao Corinthians. Possui contrato até 2018 e de acordo com o transfermarkt veio a custo zero da Alemanha. Balbuena –...

O que vi da primeira rodada

Esse post não será um resumo da primeira rodada do brasileiro. Todos os sites e programas esportivos já fizeram mil resumos sobre essa rodada, de modo que tentarei poupá-los de mais uma análise chata e óbvia. Então separei algumas coisas interessantes pra colocar aqui pra vocês: 1 – Primeiro gol do Santos A imagem do gol todo mundo já viu. Esse é o momento anterior a ele. É sempre nesse momento anterior que se cria a chance de finalização. Reparem que o Santos conseguiu colocar 3 jogadores entre as linhas de marcação do Fluminense na entrada da área. Vitor movimenta pra dentro, Richarlison (seu marcador na maior parte do tempo) fica no seu espaço de campo sem função, sem a leitura de também acompanhar essa movimentação e preencher o meio e o bom lateral santista faz o gol.   Ess...

  • 1
  • 2
  • 4