Share This Post

Vasco

Maxi renova esperança do Vasco com média de gols superior a de artilheiros da Série A

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Nos seis jogos de invencibilidade do Vasco no Brasileiro, a melhor sequência do time até agora, Maxi López só não esteve em campo no 1 a 1 diante do Santos. Com cinco gols em 12 partidas, o último deles na vitória de domingo sobre o Cruzeiro, por 2 a 0, o camisa 11 tem sido fundamental para a equipe. O argentino de 34 anos — que chegou à Colina há três meses em meio a um jejum iniciado em setembro de 2017, quando atuava na Udinese, da Itália — hoje tem média de 0,42 gol por partida.

Em comparação com os cinco principais goleadores do Brasileiro, a performance de López só é inferior à de Pedro, do Fluminense, e à do artilheiro do campeonato, Gabigol, do Santos. O argentino empata com Pablo, do Atlético-PR. E os dois estão à frente de Ricardo Oliveira, do Santos, e de Diego Souza, do São Paulo.





A média de López no Brasileiro é superior até mesmo à do artilheiro do time na temporada, o meia Yago Pikachu, que fez 9 gols em 28 jogos (0,32 por partida). E os dois têm mostrado entrosamento em campo. O placar do domingo foi aberto quando o argentino fez um corta-luz providencial para o camisa 22.

Dos 12 jogos de que participou, López só não foi titular na estreia, na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, no dia 12 de agosto. Na ocasião, ele jogou apenas 17 minutos. Com ele atuando desde o início, são três vitórias do Vasco, três derrotas e cinco empates.

FONTE: JORNAL EXTRA

FONTE: jornal EXTRA

Share This Post