Share This Post

Vasco

Retorno de Rildo significa reforço em posição carente dentro do elenco vascaíno

Retorno de Rildo significa reforço em posição carente dentro do elenco vascaíno

No último sábado (03), o Vasco derrotou o Fluminense por 1 a 0, com gol do argentino Maxi Lopez no Maracanã. Conquistando a sua primeira vitória fora de casa, o time cruz-maltino respirou aliviado com os três pontos garantidos e um retorno gera ainda mais confiança para a reta final do Brasileiro: o atacante Rildo.

O jogador estava fora desde a derrota por 4 a 0 para o Cruzeiro, no dia 2 de maio, em São Januário, pela segunda partida da fase de grupos da Copa Libertadores. Na ocasião, o atacante foi substituído ao sentir dores no ombro esquerdo.





A lesão
Três dias depois da partida contra o time mineiro, Rildo passou por uma cirurgia por conta de uma luxação no local. Foi a segunda vez que o atacante desfalcou a equipe pela lesão no ombro. Antes, o atleta já havia sofrido uma luxação em uma partida contra o Botafogo pela Taça Rio. Com esta cirurgia, o atleta contabiliza seis procedimentos cirúrgicos no local, o que fez com que o departamento médico fosse ainda mais atencioso, por ser um caso reincidente. A recomendação para o atleta seria de seis a nove meses fora, mas ele ficou apenas seis meses, e não escondeu a gratidão pela equipe médica.

“Os médicos falaram que era de seis a nove meses. Quero agradecer ao pessoal da fisioterapia que me ajudou nesse retorno antes do previsto. Todos estão de parabéns. Agora é trabalhar pra conquistar os nossos objetivos.“

O retorno
No momento em que se contundiu, o jogador tinha se tornado titular no esquema tático de Zé Ricardo, tendo atuado em 18 partidas e marcado três gols pelo clube. Na partida contra o Fluminense, Valentim optou pela entrada o ponta aos 26 minutos do segundo tempo, no lugar de Marrony. Ao ser questionado sobre seu retorno e atuar por 90 minutos, o atleta não pareceu incomodado.

“Primeiramente gostaria agradecer a Deus pela oportunidade que está me dando de novo de poder fazer o que eu mais gosto. Eu acho que é difícil pra todo jogador ficar tanto tempo fora, acho que na parte física não vou estar 100% até porque estou sem ritmo de jogo, mas não vai faltar vontade. Graças a Deus deu tudo certo, mas o importante hoje não é o Rildo e sim tirar o Vasco dessa situação. Eu fiz poucos treinos com a equipe e na minha opinião o Marrony fez um jogo muito bom hoje, é um jovem de muito talento. Vamos com calma. Quando o professor optar por mim, no primeiro ou segundo tempo, vou procurar corresponder e o Vasco fazer o melhor dentro de campo”.

A importância de Rildo para o final do campeonato
A seis rodadas do fim do Brasileiro e querendo escapar de vez do rebaixamento, o Vasco, que sofreu ao longo do ano com muitos desfalques por questões médicas, conta com a presença do jogador nas partidas finais para fazer a diferença. O atleta se mostrou a disposição.

“Acho que o Vasco não precisa só de mim, precisa de todos. Acredito que todos os jogadores que ainda vão voltar de lesão vão ser muito importantes para a equipe. Todo jogador quer jogar, quer estar dentro de campo e poder ajudar de alguma forma. Hoje eu pude contribuir com a vitória de algum jeito e a equipe tá de parabéns. É descansar e pensar no Grêmio”.

Rildo é a peça que faltava para o Vasco na ponta esquerda (Foto: Carlos Gregório/Vasco)

Alberto Valentim vem testando opções na ponta esquerda. O comandante já optou por Henrique, Kelvin e Marrony na posição, mas nenhum se firmou. O último é uma jovem promessa e atuou as duas últimas partidas como titular, mas não correspondeu.

Vale lembrar que o Vasco perdeu o garoto Paulinho em julho, para o Bayer Leverkusen-ALE. Com Rildo, o comandante ganha um atleta de velocidade e que tem qualidade para decidir os jogos individualmente, como vinha fazendo nas oportunidades que teve com Zé Ricardo no primeiro semestre.

Share This Post

Leave a Reply