Share This Post

Vasco

Vasco sofre mais um gol nos acréscimos e volta a frustrar a torcida em São Januário

Vasco sofre mais um gol nos acréscimos e volta a frustrar a torcida em São Januário

O zagueiro Léo Pereira aproveita a sobra na área e empata o jogo em São Januário. Foto: reprodução da TV

Mais de 20 mil torcedores lotaram São Januário (20.212 pagantes) nesta quarta-feira (14), e o Vasco, mesmo desfalcado de seus dois principais jogadores, entrou em campo disposto a encerrar sua agonia na luta contra o rebaixamento. Mas não conseguiu. Pelo segundo jogo consecutivo, o time sofreu um gol nos acréscimos e frustrou sua torcida. Thiago Galhardo e Léo Pereira marcaram os gols do empate em 1 a 1 que acabou sendo ruim para os dois clubes – pior, evidentemente, para o Vasco, que sofre a ameaça da quarta queda à Série B em dez anos.

O JOGO





Vasco começou bem a partida em São Januário, marcando por pressão, e criou boas chances. Mas, sem o astro Maxi López, machucado, e o artilheiro do time, Yago Pikachu, suspenso, não conseguiu o gol. O bom time do Atlético-PR soube conter a pressão e na metade da primeira etapa já tinha o jogo sob controle. Principalmente depois de o time de Alberto Valentim perder dois jogadores machucados: o lateral Ramon (joelho direito) e o atacante Rildo (coxa esquerda). Henrique e Giovanni Augusto foram os respectivos substitutos.

Thiago Galhardo tenta levar o Vasco ao ataque. Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

No segundo tempo, o Vasco seguiu criando chances graças à boa atuação de Thiago Galhardo e, no abafa, abriu o placar num pênalti de Pablo em Andrés Rios, bem cobrado por Thiago Galhardo, aos 21 minutos. Mas a entrega e o forte calor foram minando a resistência, o time recuou as linhas de marcação e acabou sofrendo o gol de empate novamente aos 49 minutos, um antes de terminar os acréscimos – exatamente como na derrota para o Grêmio: chute de fora da área, bola resvala em Rios, Raul erra o rebote, Pablo tenta o chute e a bola sobre limpa para Léo Pereira fazer o 1 a 1.

RESULTADOS AJUDAM

Com o empate, o Vasco fica em situação complicada na tabela, embora tenha se beneficiado do empate em 0 a 0 entre Sport e Vitória, em Recife, e da derrota do Ceará para o Bahia por 2 a 1, em Salvador. Com 39 pontos, subiu da 15ª para a 14ª posição, mas segue na zona de desconforto, com sinais de esgotamento físico e o emocional abalado por dois tropeços na chamada última bola do jogo. O próximo jogo é contra o Corinthians, em Itaquera, no sábado (17). O Atlético-PR perdeu chance de encostar no G-6. Chegou aos 47 pontos, e agora enfrentará o Vitória, concorrente do Vasco na luta contra o rebaixamento, também no sábado, no Barradão.

FONTE: Globoesporte.Com

Share This Post

Comente nesta notícia!

Comentários

No comments yet