Share This Post

Fazendo a "de fora"

Barrados no Baile

Barrados no Baile

Aniversário do Fluminense !

Clube em que passei grande parte da minha infância e adolescência e que continua vivo no meu dia a dia. A cada jogo, a cada dia de preparação, a cada notícia.

Meus parabéns ao Fluminense e a todos nós torcedores, de todas as agremiações, que temos nesta instituição as páginas mais bonitas e gloriosas do futebol brasileiro e do esporte em geral!

Dia feliz para o clube. Deveria ser, mas alguém resolveu fechar a festa apenas pros amigos.

Alguns foram proibidos de entrar.

Alguns que entram no clube pra poder dar ao torcedor algo que o clube nestes últimos anos se especializou em não fornecer: notícias, satisfação, fatos, histórias, conhecimento do que está se fazendo, oportunidade de entender para onde estamos indo, enfim, gente primordial para manter o torcedor próximo do clube, mantendo a paixão,já que a gestão atual decidiu ultimamente que do torcedor só interessa o dinheiro e, no final, se der mais um dinheirinho pra ser sócio, o voto, vendendo uma oportunidade “democrática”, desde que, é claro, esta oportunidade democrática se resuma apenas em escolher o representante e não conhecer e cobrar dela no dia a dia cada uma de suas ações.

Não há dia, há anos e anos, que não passe pela NetFlu e outros diversos sites de futebol para ler os seus clips, colunas, opiniões, enfim, ler tudo o que posso sobre a minha paixão. Hoje, a NetFlu está proibida de entrar no Fluminense porque, segundo entendem os atuais gestores, divulga informações e tem opiniões que prejudicam o Fluminense.

Acham que prejudica o Fluminense porque fecharam o Fluminense na imagem deles … do tamanho deles … tão pequeno quanto e, por isso, há alguns anos, sendo apenas coadjuvante dentro de um futebol em que tem potencial para ser líder em todos os sentidos.

Mas há outro ponto obscuro nesta torpe atitude: a incoerência.

No famoso e mantido abafado caso das escalações de atletas irregulares por Flamengo e Portuguesa, na última rodada do campeonato de 2013, quando estes clubes perderam corretamente 4 pontos cada, uma decisão legalmente indiscutível, não importa se as consequências disso foram tirar ou colocar o clube A ou B da zona de rebaixamento, o Fluminense foi apontado diretamente, explicitamente, como o virtual executor de um esquema mirabolante para que ele se livrasse e “virasse a mesa”, “mais una vez”.

Nenhum jornalista foi processado, dirigentes de clubes foram perdoados, uns disseram que tinham tomado muito vinho, de forma cínica e debochada, ninguém foi proibido de entrar, todos fizeram notícia e venderam jornal e coca-cola em horário nobre achincalhando o clube sem haver UMA ÚNICA RESPOSTA, UMA ÚNICA ATITUDE DE DEFESA, uma única satisfação para torcedores, adultos e crianças, que chegaram até a sofrer agressão física de bandidos na rua como “justiçamento” relativo aos diversos absurdos ditos como verdade, sem provas, sem fatos que justificassem, sem nada.

Pensando bem, refaço a minha colocação … há, sim, coerência!

Nos dois casos, tanto no achincalhamento da mídia forte e rica, que patrocina, que vende matéria, que dá exposição e que por isso forçam os caras a baixar a cabeça e ficar em posição de submissão (a critério da imaginação do amigo leitor), quanto no caso da NetFlu, que apoia o clube preenchendo uma lacuna que ele próprio deixa de comunicação com o seu cliente, fornecendo infomações que algumas destas a gestão, sabe-se lá o porquê, não quer que o mundo saiba, num trabalho mais artesanal do que financiado e consequentemente de menor monta, mantendo uma opinião independente e não necessariamente alinhada politicamente, o que parece incomodar em ano de eleição, porque nos outros não pareceu fazer diferença, foi colocado do lado de fora do Fluminense, de forma ditatorial, há um fator de coerência indiscutível:

Chama-se COVARDIA …

Meu Fluminense e até o dos que não são tricolores é muito maior do que tudo isso e merecia estar fazendo 114 anos com uma situação menos triste, pois nossa história é de vanguardismo, sucesso e coragem. E é esta história que vai ficar no final, com estes pontos lamentáveis sendo meros desvios de rota, se Deus quiser e nos ajudar.

Abraços e saudações tricolores.

Share This Post

Antônio Ramos avatar
Ex-jogador, auxiliar técnico e instrutor de futebol, escrevendo sobre o tema há mais de 20 anos. Torcedor do Fluminense Football Club.

4 Comments

  1. Haroldo Silis avatar

    O próprio Fluminense canibalizando-se, destruindo a si mesmo com o ato de censura a um canal formado por tricolores.

  2. Fernanda Souza avatar

    Assino embaixo! Clube fica nas mãos de vaidosos sem critério… Conforme postado no timeline deste site, mostra arquibancadas sujas, portões enferrujados, entrada mal cuidada… E preocupados que a netflu passaria uma imagem ruim. Viva camuflar tudo e dizer que a culpa da ferida exposta é dos outros

  3. Frank Cavaliere avatar

    Assino embaixo Antônio!

  4. Regina Carino avatar

    Diante de mais um lamentável fato, a vergonha!
    Vergonha de um presidente deslumbrado pelo poder.
    Dessa vez ele perdeu o rumo…
    Parabéns pelo texto, Antônio!

Comments are now closed for this post.

P