Share This Post

Botafogo

Zé se mostra confiante, mas confessa: ‘Precisamos melhorar’

Zé se mostra confiante, mas confessa: ‘Precisamos melhorar’

Depois do empate do Botafogo em 1 a 1 com o Juventude, o técnico Zé Ricardo concedeu entrevista coletiva na zona mista do Estádio Nilton Santos. Nela, o treinador, que vem sendo bastante criticado pela torcida, mostrou-se confiante para conquistar a vaga, mas concorda que o time precisa melhorar o rendimento.

“Poderíamos ter sido mais agressivos no primeiro tempo, trocar os passes um pouco mais rápido, buscar o jogo pelos lados do campo. Conseguimos neutralizar alguns contra-ataques. Não me lembro do Gatito fazer nenhuma intervenção. Porém, não fomos competentes no primeiro tempo em criar oportunidades. No segundo tempo, tivemos mais calma, volume pelo lado, criamos as chances e faltou finalização de fora da área. O que o torcedor pode esperar é uma equipe sempre vibrante, guerreira. Precisamos melhorar sim, mas temos condições de avançar.”, falou Zé.

Além de falar sobre os pontos positivos e negativos da partida, Zé falou também sobre a chance perdida por Kieza. O atacante é um dos jogadores mais criticados pela torcida na atual temporada.

“Ainda não falei com o Kieza. Nesse momento o quanto menos falar, melhor. Treinou muito bem. Teve duas chances. Uma o goleiro pegou e na outra ele pegou errado na bola. Se tivesse feito os dois gols, falaríamos dele como jogador da partida. Essa fase acontece muito com jogadores que são cobrados pela definição. Infelizmente é o momento de refletir. Não adianta querer achar culpados. Estamos todos juntos.”, declarou.

Vamos ganhar esse jogo para ele”

Essas foram as palavras de Diego Souza após a partida sobre o gol perdido por Kieza. Diego, que chegou no clube no final do Campeonato Carioca e ganhou a vaga que pertencia ao atual camisa 18, lamentou a chance perdida pelo atacante, mas afirmou que o Botafogo conseguiria a classificação em homenagem a Kieza, demonstrando a união do grupo.

Share This Post

João Pedro Fragoso avatar
Brasileiro e carioca nato, estudante de Jornalismo. Setorista do Botafogo pelo Futebolzinho. Além disso, amante de pagode e de NFL.
P