Share This Post

Campeonato Brasileiro / Cruzeiro / Flamengo

Bruno Henrique acaba com a invencibilidade dos mo

Bruno Henrique acaba com a invencibilidade dos mo

Depois do resultado ruim, que foi a derrota para a LDU na Libertadores, o Flamengo precisava de uma vitória para recuperar a confiança da torcida. E não fez feio: um minuto após o susto com gol de Pedro Rocha aos 39m do primeiro tempo, o time rubro-negro virou jogo para 3 a 1, com dois gols de Bruno Henrique e um de Gabigol. A noite do sábado (27) ficou marcada então pela boa estreia no Brasileiro e a vitória num Maracanã ocupado por quase 30 mil torcedores pôs fim na invencibilidade de 22 jogos do Cruzeiro de Mano Menezes.

O JOGO

O time de Abel Braga buscou o controle das ações ofensivas desde o início. Teve mais posse de bola, mas  pouca criatividade – aliás, ponto comum aos dois times no primeiro tempo. Até que o primeiro gol saísse, aos 39 minutos, numa bola que Fred conseguiu lançar na medida para Pedro Rocha invadir a área e marcar. Menos mal que, logo em seguida, aos 40, Bruno Henrique aproveitasse falha do goleiro Fábio, num cruzamento da esquerda, e empatasse o jogo.

O Flamengo voltou mais ligado para o segundo tempo, com pressão na saída de bola  e quase virou o jogo, numa finalização de Gabigol. O time carioca seguiu atacando o Cruzeiro, principalmente pelo lado direito do ataque até que, aos 21 minutos, após boa tabelinha entre William Arão e Gabigol, Bruno Henrique recebeu na área e empurrou para as redes.

Inspirado, o atacante continuou incomodando a zaga da Raposa e, aos 39, provocou a expulsão do zagueiro Murilo, que levou segundo cartão amarelo por falta no camisa 27. Aos 44m, fez outra boa jogada pela esquerda e Gabriel ampliou o placar e selou o resultado de 3 a 1.

No último lance do jogo, Dedé atingiu Rodrigo Caio com uma cabeçada involuntária e deixou o zagueiro  inconsciente. Removido pela ambulância, Rodrigo Caio , foi para um hospital na Barra da Tijuca, recebendo alta manhã de domingo.

JUAN

Antes do início da partida, Juan foi recebido com uma festa de despedida, já prevista, no estádio do Maracanã. O jogo marcou sua despedida oficial. Em 23 anos de carreira, Juan passou por Flamengo, Bayer Leverkusen, Roma e Inernacional-RS. Com grande história na seleção brasileira, participou das  Copas do Mundo de 2006 e 2010 e venceu duas Copas Américas, em 2004 e 2007. Pelo Flamengo, ganhou a Copa Mercosul de 1999, Copa dos Campeões de 2001 e os Cariocas de 2000, 2001, 2017 e 2019.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 x 1 CRUZEIRO

Local: Maracanã (RJ)

Público: 29.459 pagantes

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Miguel Ribeiro da Costa (SP)

VAR: Leandro Pedro Vuaden

Cartão Amarelo: Pará, Léo Duarte, Gabriel, Diego (Flamengo); Murilo, Lucas Romero, Edilson, Fred, Thiago Neves e o técnico Mano Menezes (Cruzeiro)

Cartão Vermelho: Murilo (Cruzeiro)

Gols:

FLAMENGO: Bruno Henrique, aos 41m do primeiro tempo e 20m do segundo tempo. Gabigol, aos 44m do segundo tempo.

CRUZEIRO: Pedro Rocha, aos 39m do primeiro tempo.

FLAMENGO: César, Pará, Rodrigo Caio, Léo Duarte e Renê; Gustavo Cuéllar, Willian Arão, Arrascaeta(Diego) e Éverton Ribeiro(Juan); Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Abel Braga

CRUZEIRO: Fábio, Edilson, Dedé, Murilo e Dodô; Henrique, Lucas Romero(Lucas Silva),  Rodriguinho(Thiago Neves) e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha (Rafinha) e Fred. Técnico: Mano Menezes

Foto: Flamengo 

Fonte: GazetaEsportiva

Redação: Futebolzinho.Com

Share This Post

Jonas Coelho avatar
Estudante de jornalismo na PUC-Rio e apaixonado por futebol.

1 Comment

  1. Maria Eduarda Pessôa avatar

    👏🏼👏🏼👏🏼

Comments are now closed for this post.

P