Share This Post

Campeonato Brasileiro

Fluminense e Flamengo não saem do 0 a 0. Sob olhares de Jesus!

Fluminense e Flamengo não saem do 0 a 0. Sob olhares de Jesus!

Apesar de estar com o time cheio de desfalques, o Fluminense fez frente ao Flamengo no clássico válido pela 8° rodada do Brasileiro. Em jogo bastante movimentado, aberto, com chances para ambos, só faltou a bola na rede – devido especialmente à grande noite de Diego Alves. No fim, o 0 a 0 não traduziu o bom futebol das duas equipes. Pela primeira vez “in loco”, Jorge Jesus viu que precisará corrigir alguns pontos do time rubro-negro. A equipe de Fernando Diniz mais uma vez criou as chances, mas não conseguiu ser efetivo.

O Fluminense ignorou os desfalques e tentou controlar a partida desde o primeiro minuto. Mesmo sem três jogadores do sistema defensivo, a equipe trocou passes em seu campo, inclusive dentro da própria área. Na base do toque de bola, o time tricolor encontrou espaços e teve a primeira chance: Caio Henrique bateu, a bola explodiu na zaga e voltou para Ganso, que arriscou de longe – e longe. Aos 18 minutos, o Flamengo respondeu com Diego carimbando a bola na trave de Agenor. Enfim a marcação alta do time rubro-negro dava resultado.

No segundo tempo, as equipes mantiveram o bom nível, aumentaram o ritmo e deixaram espaços atrás. Ambos já deixavam pelo menos três jogadores a postos para o contra-ataque. Em uma dessas jogadas, logo aos quatro minutos, Daniel enfiou linda bola para João Pedro, que entrou cara-a-cara com Diego Alves, mas o goleiro rubro-negro salvou com o pé. Na sequência, o Flamengo passou perto após Éverton Ribeiro achar Berrío e o colombiano chutar cruzado para fora. Aos 27, Marcos Paulo cortou para dentro e soltou a bomba, mas Diego Alves, novamente, evitou o gol do Tricolor.

Mesmo com as inúmeras chances, os esforços não foram compensados. O resultado ficou mesmo no 0 a 0. No final das contas, o empate tirou o Fluminense do Z-4, mas é o primeiro acima, com sete pontos. O Flamengo perdeu uma posição e agora é o quinto colocado, com 14 pontos. O Tricolor volta a campo para enfrentar a Chapecoense, em Chapecó, o Flamengo pegará o CSA, em Maceió.

Diego teve grande chance de abrir o placar do clássico – FOTO: André Durão/Globoesporte.com

DESTAQUES:

Os destaques ajudam a traduzir o que foi a partida. Pelo lado do Fluminense, já virou redundante elogiar Caio Henrique e Allan. Entretanto, impressiona pela regularidade de ambos. Já no Flamengo, se não fosse Diego Alves, possivelmente o Rubro-Negro sairia derrotado. De acordo com o site “Footstats”, foram três defesas simples e difíceis. Agenor fez duas fáceis.

NÚMEROS DO JOGO:

FLUMINENSE X FLAMENGO:

  • Posse de bola: 59% x 41%
  • Finalizações certas: 6 x 3
  • Finalizações erradas: 11 x 7
  • Passes certos: 567 x 281
  • Passes errados: 39 x 48

Dados: Footstats

FICHA DO JOGO:

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)
Árbitro de vídeo: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Renda/público: R$ 1.306.470,00/38.897 pagantes/42.726 presentes
Cartões amarelos: Allan, Frazan (FLU) e Piris da Motta, Pará, Everton Ribeiro (FLA)
Cartão vermelho: 

FLUMINENSE: Agenor, Igor Julião, Yuri Lima, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel e Paulo Henrique Ganso; Luciano, João Pedro e Brenner (Marcos Paulo intervalo). Técnico: Fernando Diniz.

FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Piris da Motta (Ronaldo 43’/2ºT), Willian Arão, Diego (Berrío intervalo) e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol (Vitinho 32’/2ºT). Técnico: Marcelo Salles.

 

FOTO: Maílson Santana/FFC

 

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. Tudo que eu entendo do ser humano, devo ao futebol.

1 Comment

  1. Regina Carino avatar

    👏👏👏👏👏👏👏👏

Leave a Reply

P