Share This Post

Campeonato Brasileiro

Fluminense empata com a Chapecoense e fica fora da zona de rebaixamento

Fluminense empata com a Chapecoense e fica fora da zona de rebaixamento

Na última rodada antes da parada para a Copa América, Fluminense e Chapecoense não saíram do empate por 1 a 1, em Chapecó, válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, nenhuma das equipes conseguiu o objetivo de se afastar da zona de rebaixamento. Inclusive, o Verdão do Oeste ficará durante a pausa entre os quatro últimos, com oito pontos, enquanto o Tricolor é o 16°, uma posição acima, com a mesma quantidade de pontos, mas com melhor saldo de gols.

Na etapa inicial, a Chapecoense começou arrasadora. Logo aos três minutos, Everaldo já tinha inaugurado o marcador após cruzamento de Camilo. Em contrapartida, o Fluminense sentiu o gol e demorou a reagir na partida. Entretanto, quando entrou no jogo, passou a dominar com muita posse de bola, mas sem efetividade. Por exemplo, a melhor chance só foi ocorrer aos 21 minutos, quando Ganso achou João Pedro, que invadiu a área e chutou cruzado. No final do primeiro tempo, o garoto ainda chegou a balançar as redes, mas após revisão do VAR, foi anulado o lance.

Na segunda etapa, o Fluminense manteve a intensidade, subiu as linhas e começou a atacar com mais jogadores. De tanto insistir, aos oito minutos, o árbitro Ricardo Marques assinalou pênalti após outra revisão do VAR. Com categoria, Ganso cobrou rasteiro no lado direito para igualar o placar e fazer o seu primeiro gol no Brasileirão. Após o empate, a Chapecoense se abriu mais, já que estava entrando na zona de rebaixamento. Por consequência, o jogo ficou “lá e cá”. No final, Allan ainda foi expulso e fez com que aumentasse a pressão. No entanto, era tarde, e o placar persistiu na Arena Condá.

De pênalti, Ganso fez o seu primeiro gol no Campeonato Brasiileiro – Foto: Lucas Merçon/FFC

VAR EM AÇÃO:

O espetáculo, sobretudo na segunda etapa, ficou muito prejudicado pelas inúmeras revisões com o VAR. Por consequência, a ferramenta quebrou o ritmo da partida. No pênalti do Fluminense, por exemplo, o jogo ficou parado por cinco minutos. Em outro lance, após pisão de Mascarenhas, foram mais três minutos.

NÚMEROS DO JOGO:

Chapecoense x Fluminense:

  • Posse de bola: 39% x 61%
  • Finalizações certas: 4 x 3
  • Finalizações erradas: 12 x 6
  • Passes certos: 245 x 482
  • Passes errados: 26 x 35

Dados: Footstats

FICHA TÉCNICA:

Data/Hora: 13/06/2019, às 20h (de Brasília)
Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG-FIFA) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Cartões amarelos: Camilo, Everaldo (CHA); Igor Julião, Allan, Ganso, Mascarenhas, Ewandro (FLU)
Cartão vermelho: Allan, 44’/2ºT (FLU)

Gols: Everaldo (2’/1ºT, 1-0), Ganso (13’/2ºT, 1-1)

CHAPECOENSE: Tiepo; Bryan, Gum, Douglas e Ernandes; Márcio Araújo, Elicarlos, Gustavo Campanharo (Aylon, 15’/2ºT), Camilo e Arthur Gomes; Everaldo. Técnico: Ney Franco.

FLUMINENSE: Agenor; Igor Julião (Mascarenhas, intervalo), Nino, Yuri Lima e Caio Henrique; Allan, Daniel (Frazão, 45’/2ºT) e Ganso; Marcos Paulo, João Pedro e Brenner (Ewandro, 37’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

 

FOTO: Lucas Merçon/FFC

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. Tudo que eu entendo do ser humano, devo ao futebol.

Leave a Reply

P