Share This Post

Campeonato Carioca / Flamengo

Bruno Henrique pede desculpas nas redes sociais, pela expulsão por entrada violenta

Bruno Henrique pede desculpas nas redes sociais, pela expulsão por entrada violenta

Seis gols, seis assistências e duas vezes herói em clássicos. Bruno Henrique vem sendo um dos maiores destaques do Flamengo versão 2019. Porém, também é o único jogador rubro-negro expulso nesta temporada. E duas vezes. A primeira por ofensas ao árbitro Wagner Nascimento após o empate com o Vasco e a última na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, nesta quarta-feira (27), no Maracanã, pela semifinal da Taça Rio. Nos minutos finais do primeiro tempo, o atacante acertou o joelho de Gilberto com as travas da chuteira e recebeu o cartão vermelho direto do árbitro Marcelo de Lima Henrique.

Com um jogador a menos durante toda a etapa final, o Flamengo sofreu o empate que dava a classificação ao Fluminense, e só garantiu a vitória nos acréscimos com um gol de pênalti de Éverton Ribeiro. Após a partida, já de cabeça fria, Bruno Henrique usou as redes sociais para pedir desculpas. E recebeu apoio de torcedores e de companheiros, como Gabriel Barbosa, seu ex-companheiro no Santos, e o próprio Éverton Ribeiro:

Bruno Henrique usa redes sociais para se desculpar e recebe apoio — Foto: Reprodução / Instagram

 

“Gostaria de vir aqui publicamente pedir desculpas pelo lance que causou minha expulsão. Perdão também aos meus companheiros e torcida, que correrem, lutaram, vibraram e incentivaram até o último minuto. No final, Deus nos honrou com essa linda vitória rumo à final. #VamosFlamengo”, escreveu o atacante.

Classificado para a final do turno, o Flamengo espera o ganhador de Bangu x Vasco nesta quinta-feira (28) para saber quem será seu adversário. Bruno Henrique desfalcará o Rubro-Negro e corre o risco de perder também a semifinal e final do Campeonato Carioca, porque o atacante será julgado no TJD-RJ nesta sexta-feira pela expulsão no clássico contra o Vasco no inicio do mês.

Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo

Fonte: Globoesporte.com

Redação: Futebolzinho.com

Share This Post

P