Share This Post

Campeonato Carioca

Vida ou morte: Resende e Goytacaz buscam vencer para se salvar na fase prévia do Carioca

Vida ou morte: Resende e Goytacaz buscam vencer para se salvar na fase prévia do Carioca
A tarde deste domingo (6) no Estádio do Trabalhador, em Resende, será de vida ou morte para duas equipes. Os donos da casa, que já somaram dois pontos nesta fase seletiva do Carioca, enfrentam o Goytacaz, que só conseguiu um. Só a vitória interessa aos dois times, que ainda sonham com uma vaga na próxima fase.

O sonho alvianil

Com apenas três rodadas para o fim da fase prévia do Cariocão, uma derrota pode significar o fim do sonho da classificação para o Goytacaz. O Alvianil da Rua do Gás aparece na tabela em quinto lugar, bem atrás do adversário deste domingo (6), o Resende. Em 2 rodadas, o time soma um empate (1 a 1 contra o Americano) e uma derrota (2 a 1 para o Nova Iguaçu), tendo feito apenas 2 gols em toda a competição. O lateral-esquerdo Ernani e o zagueiro Cleiton marcaram os únicos tentos do Goyta.

Velho conhecido do futebol carioca, Athyrson comanda o Goytacaz (Foto: Divulgação)

Vencer e respirar

O Gigante do Vale irá se utilizar do fator casa para derrotar o Goytacaz e ir à cinco pontos, o que geraria um conforto maior e ajudaria a equipe do Resende à ‘beliscar’ uma vaga na fase principal do Campeonato Carioca. Com dois empates até aqui (1 a 1 contra Macaé e America, respectivamente), conduzidos pelos pés dos atacantes Maxwell e Alexandro (um gol para cada) os comandados do técnico Marcelo Cabo querem a vitória de qualquer maneira para subirem na tabela.

Zagueiro Lucão é uma das armas do Resende contra o Goytacaz — Foto: João Ricardo

A bola começa a rolar para Resende e Goytacaz, pela fase seletiva do Campeonato Carioca 2019 neste domingo, a partir das 16h (de Brasília), no Estádio do Trabalhador, em Resende. A arbitragem fica por conta de João Batista de Arruda, auxiliado por Daniel do Espírito Santo Parro e Carlos Henrique Alves de Lima Filho.

Share This Post

Gustavo Loyola avatar
Estudante de jornalismo, 19 anos, poeta desde sempre, Flamenguista desde o ventre materno e HINCHA DE RIVER desde 2011. Sempre disposto a um bom papo, cerveja e quem sabe uma balada.