Share This Post

Copa do Brasil / Santos / Vasco

Derrota na Vila Belmiro complica a vida de Valentim

Derrota na Vila Belmiro complica a vida de Valentim

Se o torcedor vascaíno esperava algo de novo na primeira partida da quarta fase da Copa do Brasil, saiu decepcionado. Não só o placar foi o mesmo do primeiro jogo da final do Carioca, contra o rival Flamengo, como também a postura do time comandado por Alberto Valentim. Ou seja: o Santos derrotou o Vasco por 2 a 0, com gols de Rodrygo e Jean Mota, na noite desta quarta-feira (17), na Vila Belmiro, e deixou clube e técnico em situação difícil.

O jogo que definirá quem avança na competição será na próxima quarta-feira (24), em São Januário, às 19h15. O Santos vem pro Rio com vantagem de dois gols e pode empatar ou perder por um gol de diferença para se classificar. Caso o Vasco ganhe por dois gols de vantagem, a decisão será nos pênaltis. Vale lembrar que na Copa do Brasil, o ‘gol fora de casa’ não é mais um critério de desempate, logo, não há mais o ‘placar agregado’.

O JOGO

A partida começou como o esperado. O time de Sampaoli, que jogava em casa, propôs o jogo desde o minuto inicial. O Vasco deu muitos espaços pelas laterais, com Danilo Barcelos e Raul Caceres, para Rodrygo e Soteldo criarem as jogadas ofensivas do peixe. O cruz-maltino se manteve na defensiva até os 30 minutos da primeira etapa, quando conseguiu neutralizar um pouco o Santos,e até trocou passes em direção ao gol defendido por Everson. O time carioca teve uma chance clara com Ricardo Graça, que cabeceou para fora. O primeiro tempo terminou empatado; resultado que era bom para o futebol apresentado pelo Vasco, mas não satisfazia o rival paulista.

A insatisfação do Santos foi tão grande que o objetivo da equipe foi alcançado logo nos minutos iniciais da segunda etapa. Aos 2 minutos, Soteldo cruzou para Rodrygo, viu a bola passar por todo mundo na área e o ponta-esquerdo, livre, abrir o placar. Santos 1 a 0.

O time paulista continuou em busca da vitória e conseguiu ampliar o resultado aos 20 minutos. O gol saiu dos pés de Jean Mota, que fez a finta, deixou Danilo Barcelos no chão e chutou de fora da área para Gabriel Félix buscar no fundo da rede. Santos 2 a 0.

O técnico Alberto Valentim tentou fazer com que a equipe levasse perigo ao dono da casa, com a entrada de Lucas Santos aos 23. Logo em seguida, aos 26, optou pela entrada de Maxi Lopez, mas nenhuma das alterações surtiu efeito. Mesmo com a vitória parcial de 2 a 0, o Santos continuou levando perigo e esteve perto de ampliar ainda mais. Para alívio do Vasco, o placar se manteve o mesmo, com o peixe sabendo administrar a partida nos minutos finais. O time paulista vem com uma boa vantagem para a decisão no Rio de Janeiro.

DECISÃO

Antes de enfrentar o Santos na próxima quarta, o Vasco pega seu maior rival, Flamengo, na decisão do título Carioca. A final será no domingo, às 16:00h, no Maracanã. O cruz-maltino precisa de dois gols para reverter o resultado do primeiro jogo e levar a partida para os pênaltis.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 VASCO

Data: 17 de abril de 2019 (Quarta-feira)
Horário: 19h15(de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (RS)
Público e renda: 8.659/R$ 388.682,50
Cartões amarelos: SANTOS: Rodrygo e Gustavo Henrique. VASCO: Willian Maranhão

GOLS
Santos: Rodrygo e Jean Mota, aos 2 e 20 minutos do 2T;

SANTOS: Everson, Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Diego Pituca; Alison, Carlos Sánchez (Eduardo Sasha) e Jean Mota (Jean Lucas); Rodrygo, Soteldo e Derlis González (Jorge)
Técnico: Jorge Sampaoli

VASCO: Gabriel Félix, Raúl Cáceres (Claudio Winck), Werley, Ricardo Graça e Danilo Barcelos; Willian Maranhão (Maxi López), Raul e Lucas Mineiro; Yago Pikachu (Lucas Santos), Yan Sasse e Marrony
Técnico: Alberto Valentim

FOTO: Rafael Ribeiro/Vasco

FONTE: GazetaEsportiva.com

REDAÇÃO: Futebolzinho.com

Share This Post

P