Share This Post

Copa Libertadores

Brasileiros conquistam dez dos 18 pontos disputados. Cruzeiro estreia nesta quinta.

Brasileiros conquistam dez dos 18 pontos disputados. Cruzeiro estreia nesta quinta.

O Cruzeiro é o último clube brasileiro a estrear na Libertadores. Nesta quinta-feira (07), o atual campeão da Copa do Brasil encara o Huracán, no estádio El Palacio, na Argentina, às 19 horas (de Brasília), em confronto pelo Grupo B da competição. Mano Menezes tem desfalques importantes para a primeira “final” do ano. Dedé cumprirá suspensão pelo cartão vermelho que tomou nos duelos das quartas de final da última edição da competição continental; Thiago Neves, em fase final de recuperação da segunda contusão sofrida em 2019 na panturrilha direita, e Raniel, com incômodo na virilha, estão vetados. E o artilheiro Fred, com dores na coxa direita, é dúvida.

Ausências no setor ofensivo

Mano tem Murilo para suprir a ausência de Dedé, e para a vaga de Thiago Neves, reconhecido pela capacidade de decidir jogos em uma bola, o técnico pode lançar mão de Rodriguinho, contratado nesta temporada. E para o lugar de Raniel, que sequer viajou com a delegação, o provável substituto é Robinho. O experiente artilheiro, que ainda se queixa de dores, minimizou a questão dos desfalques:

 “São perdas que, com certeza, fazem falta para qualquer equipe do mundo. Esses jogadores são decisivos, importantes, titulares absolutos, especialistas das posições. Mas temos outros jogadores com muita qualidade. Rodriguinho, Robinho e Murilo entram bem, e dão conta do recado. Vamos firmes e fortes”, destacou Fred.

Déjà vu

Tal como na edição da Libertadores de 2018, o Cruzeiro inicia a caminha na competição sem todos os titulares. No ano passado, Thiago Neves também estava em processo de reabilitação de uma contusão muscular e não pôde estar em campo contra o Racing, na Argentina. O resultado foi de 4 a 2 em favor dos donos da casa

Um dos gols da vitória do Racing sobre o Cruzeiro na estreia da Libertadores de 2018. Foto: David Fernández/EFE

Ainda assim, Mano Menezes precisou encontrar soluções para três problemas que ocorreram algumas horas antes do confronto: o pai de Fábio faleceu, e o arqueiro foi liberado pela direção para voltar ao Brasil; e o zagueiro Léo e o lateral-direito Edilson tiveram que cumprir suspensão. A medida, porém, foi tomada de última hora por conta da demora da Conmebol em dar uma resposta com relação à solicitação de efeito suspensivo enviado pela diretoria.

Três brasileiros estreiam com vitórias fora de casa…

A primeira rodada da competição não foi ruim para o futebol brasileiro. Flamengo, Internacional-RS e Palmeiras venceram seus jogos fora de casa, Grêmio empatou, e a dupla Athletico-PR e Atlético-MG perdeu. Veja como foi:

GRUPO A
O Internacional-RS foi um dos que estrearam como visitante, conseguindo importante vitória fora de casa, nesta quarta-feira (6), sobre o Palestino por 1 a 0, no estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile. O clube não disputava uma edição do torneio, desde 2015. O time de Odair Hellmann fez uma partida segura e obteve a vantagem com um gol de Rafael Sóbis, em cobrança de falta, aos 37 minutos do segundo tempo.  Com o empate entre River Plate e Alianza Lima (1 a 1), o Internacional-RS saltou em primeiro lugar.

GRUPO D
Jogando em Oruro, na Bolívia, a 3.700 metros acima do nível do mar, o Flamengo de Abel Braga fez um jogo estratégico e conseguiu estrear com vitória: com um gol de Gabriel Barbosa aos 14 minutos do segundo tempo, o time rubro-negro derrotou o San José, e agora espera pelo confronto entre LDU, do Equador, e Peñarol, do Uruguai, que se enfrentam nesta quinta-feira (7), para saber sua colocação no grupo. Seja lá qual for, os rubro-negros farão os próximos três jogos no Maracanã em excelentes condições de alcançar a marca de 12 pontos e garantir a classificação de forma antecipada.

GRUPO E
O Atlético-MG recebeu o Cerro Porteño no Mineirão, também na quarta (06), e alternou altos e baixos na partida. Teve dois gols corretamente anulados (Cazares e Ricardo Oliveira), mas acabou derrotado por 1 a 0 com gol irregular do centroavante Churín (impedido), aos 32 minutos do segundo tempo. Com a vitória do Nacional, do Uruguai, sobre o Zamora, da Venezuela (1 a 0), paraguaios e uruguaios dividem a liderança do grupo. Atlético-MG e Zamora aparecem na terceira e quarta posições, respectivamente.

GRUPO F
Também na quarta-feira (6), o atual campeão brasileiro derrotou o Junior Barranquilla, da Colômbia, no estádio Metropolitano, por 2 a 0, e saltou na liderança do grupo. Felipão adotou postura mais defensiva, porém o Palmeiras fez o melhor resultado entre os brasileiros. Gustavo Scarpa fez 1 a 0 aos 10 minutos do primeiro tempo, em passe de Dudu, e Marco Rocha, 46 do segundo, em tabela com Borja, fizeram os gols. No outro jogo do grupo, Melgar do Peru e San Lorenzo da Argentina empataram em 0 a 0.

GRUPO G
O Athletico-PR, campeão da Copa Sul-Americana de 2018, estreou com derrota para o Tolima, na terça-feira (05), no estádio Manuel Murillo Toro, na Colômbia, por 1 a 0 – gol do lateral-esquerdo Banguero, aos 29 minutos da primeira etapa. O time não fez uma boa partida e agora terá de fazer uma corrida de recuperação. Com o empate entre Jorge Wilstermann e Boca Juniors, o Tolima arrancou na liderança, e deixou o time paranaense na lanterna.

GRUPO H
O Grêmio teve o adversário de estréia mais complicado, mas não fez feio: na noite de quarta-feira (6), empatou em 1 a 1 com o Rosário Central, no estádio Gigante de Arroyito, na Argentina, e se manteve bem posicionado na luta por vaga na próxima fase. Zampedri marcou para os donos da casa logo no primeiro minuto, escorando passe de Gil, mas o time brasileiro empatou aos 12, em linda jogada individual de Everton. Como o Libertad do Paraguai goleou a Universidad Católica do Chile (4 a 1), Grêmio e Rosário dividem a segunda e terceira posição.

Fonte: Globoesporte.com

Redação: Futebolzinho.com

Foto:  Luisa Gonzalez/Reuters/Reuters

Share This Post

Carlos Berbert avatar
Estudante de Jornalismo do sexto período na FACHA. Tenho 20 anos, sou carioca. Redator do Futebolzinho.com e meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo!