Share This Post

Copa Libertadores / Copa Sul-Americana

Conmebol revela os clubes brasileiros com irregularidades em suas competições

Conmebol revela os clubes brasileiros com irregularidades em suas competições

A Conmebol divulgou na noite da última quarta-feira (20), que 21 clubes, dentre eles oito brasileiros, possuem irregularidades em suas relações de inscritos nas competições continentais promovidas pela entidade. São eles: Atlético-MG, Bahia, Botafogo, Chapecoense, Corinthians, Fluminense, Santos e São Paulo.

A instituição que coordena o futebol sul-americano afirmou por meio de nota oficial que o envio das relações no prazo determinado é obrigação dos clubes. Além disso, foi realizada reunião em dezembro de 2018 para apresentar e discutir o regulamento, e não teve a discordância de nenhum clube.

GloboEsporte.com contactou os clubes brasileiros citados e todos asseguraram que cumpriram o prazo de 72 horas determinado pela Conmebol e enviaram suas listas para a CBF. Porém, um dirigente santista sugeriu ao site que toda essa confusão pode ter sido provocada por falha da Confederação Brasileira de Futebol.

De acordo com o representante da diretoria do Santos que levantou essa hipótese, solicitando o anonimato, o clube paulista encaminhou a relação de atletas à CBF no dia 1º de fevereiro (sexta-feira), 24 horas antes da data limite. O que se comenta é que a entidade, contudo, só teria encaminhado as listas a Conmebol no dia 4 (segunda-feira).

Os clubes chilenos também com inscrições irregulares foram absolvidos pela federação chilena. A entidade assumiu a responsável pela demora na entrega das relações a Conmebol. O GloboEsporte.com confirmou que a Conmebol recebeu os documentos com atraso, e conduziu os casos a seu Tribunal de Disciplina, que abrirá auditoria para cada episódio.

O mais provável é que esses incidentes acabem sendo resolvidos com o pagamento de multas, eliminando a tese de aplicação de penas mais severas, como, por exemplo, perda de pontos ou a exclusão dos torneios por determinado período.

Confira a nota oficial publicada pela Conmebol:

A apresentação em tempo e forma das listas de jogadores é responsabilidade exclusiva dos clubes e associações, e nenhum caso é atribuível à Conmebol;

Os regulamentos foram entregues e aceitos pelos clubes participantes na carta de conformidade e compromisso em dezembro de 2018 e, em seguida, ficaram dispníveis no site da Conmebol;

21 clubes participantes da Libertadores e da Copa Sul-Americana apresentaram erros no processo de envio da lista de jogadores. Diante dessa situação, a Commebol atuou diligentemente e, de acordo com os procedimentos normativos, remeteu tais erros ao Tribunal Disciplinar para estudo e consideração. Por isso, enquanto o Tribunal Disciplinar não toma uma decisão a respeito, a competição continua normalmente.

Veja as equipes que apresentam irregularidades:

Copa Libertadores

Atlético-MG, São Paulo, Universidad de Chile, Palestino (Chile), e Libertad (Paraguai)

Copa Sul-Americana

Botafogo, Santos, Bahia, Fluminense, Corinthians, Chapecoense, Colo-Colo (Chile), Deportes Antofagasta (Chile), Unión Espanhola (Chile), Sol de América (Paraguai), Independiente FBC (Paraguai), Deportivo Santaní, (Paraguai), Guaraní (Paraguai), Estudiantes de Mérida (Venezuela) e Zulia (Venezuela)

O que diz o regulamento de cada competição:

Copa Sul-Americana
– A relação de até 30 jogadores obrigatoriamente terá que ser enviada até 72 horas antes do começo do torneio. Todas as equipes estreiam na mesma fase. Por conta da primeira partida do campeonato foi no dia 5 de fevereiro, entre La Calera e Chapecoense, as inscrições precisavam ter sido encaminhadas pelos clubes até o dia 2 de fevereiro.

Copa Libertadores
– A lista de até 25 atletas para os times que participam da etapa preliminar (confrontos eliminatórios anteriores à fase de grupos) necessitam ser enviados até 72 horas antes do início de cada fase.

– A relação de até cinco jogadores extras para a etapa preliminar obrigatoriamente tem que ser conduzida 72 horas de forma prévia ao começo de cada fase. E a documentação relativa a esses atletas possui a possibilidade de ser encaminhada em um prazo de 14 horas antes da primeira partida do mata-mata

– Para os clubes garantidos na fase de grupos, a lista de até 30 atletas registrados necessita ser entregue até 72 horas antes do começo da etapa;

– A lista de no máximo cinco jogadores extras obrigatoriamente terá que ser encaminhada 72 horas de forma prévia ao início da fase de grupos. E a documentação relacionada a esses jogadores precisará ser enviada até 14 horas antes do primeiro jogo do mata-mata.

Fonte: Globoesporte.com

Redação: Futebolzinho.com

Foto: Site Oficial da Conmebol

Share This Post

P