Share This Post

Flamengo

Futebol seguirá nas mãos de Noval e Spindel, diz colunista

Futebol seguirá nas mãos de Noval e Spindel, diz colunista

O presidente eleito do Flamengo, Rodolfo Landim, decidiu não mexer no comando do futebol do clube.

Sendo assim, Carlos Noval, que vinha o ocupando o cargo de executivo de futebol desde a saída de Rodrigo Caetano, em maio, será mantido no cargo.

Como Bruno Spindel, o CEO do clube desde a saída de Fred Luz, o antigo diretor.

Bruno Spindel conduzirá as negociações no Flamengo. Foto: Gilvan Souza

A novidade (nem tão nova) é que Spindel conduzirá negociações de jogadores aprovadas pelo trio Landim, Luis Eduardo (BAP) e Marcos Braz.

A decisão foi tomada depois de muita discussão em torno da escolha do nome do novo executivo da pasta.

BAP tentou emplacar o paulista Alexandre Borgouis, ex-executivo de São Paulo e Figueirense, mas houve grande muita rejeição interna.

Tanto da parte aliada, quanto de pessoas da oposição.

Falou-se em Alessandro, atual gestor do Corinthians, e também de Fabio Luciano, ambos ex-jogadores do Flamengo.

Mas, quase por consenso, achou-se melhor manter os nomes que já vinham trabalhando na pasta chefiada por Ricardo Lomba na gesta de Eduardo Bandeira.

A medida, como já anunciada neste espaço no dia da vitória nas urnas, esvazia um pouco do poder do vice de futebol Marcos Braz.

Ele vinha tomando a frente nas negociações para a aquisição de reforços.

Mas não foi bem aceita pela nova cúpula rubro-negra o açodamento na investida para ter o atacante Pablo, do Atlético-PR.

Para muitos, o encaminhamento da operação só serviu para que o clube paranaense aumentasse o valor dos direitos econômicos do jogador.

Pablo, um dos destaques do clube na temporada, está sendo vendido para o grupo Doyen que fará parceria com o São Paulo.

FONTE: Blog Futebol, Coisa e Tal/EXTRA

Share This Post