Share This Post

Fluminense

De contestado a titular absoluto: a volta por cima do zagueiro Matheus Ferraz

De contestado a titular absoluto: a volta por cima do zagueiro Matheus Ferraz

Desconfiança. Críticas. Sombra de Gum. Seja pela sua idade ou pelo rebaixamento junto ao América-MG, na última temporada, Matheus Ferraz chegou ao Rio de Janeiro com elogios de forma pejorativa. Entretanto, pouco meses depois, o zagueiro deu a volta por cima e conquistou seu espaço no Fluminense. Aos 34 anos, ele é titular incontestável, e a boa fase rende apelidos, como “Maldini Tricolor”, ou “zagueiro raiz”, quanto elogios nas redes sociais.

Apesar dos 25 jogos e 2231 minutos com a camisa do Fluminense – o atleta que mais entrou em campo esse ano, ao lado de Rodolfo e Caio Henrique -, o zagueiro mantém a difícil regularidade. Por conta disso, suas atuações rendem bons números. Por exemplo, é o zagueiro com mais gols e finalizações entre todos da série A. Aliás, isso já é uma marca da sua passagem pelo Sport, entre 2015 e 2017, ou pelo Criciúma, entre 2012 e 2014.

Os bons números não param por aí. De acordo com o site Footstats, no Campeonato Carioca, ele foi o segundo atleta com maior média de posse de bola (1498%), só atras de Lucas Mineiro, do Vasco, e o sétimo com mais interceptação (0.3 por jogo). Neste início de Campeonato Brasileiro, são 3 desarmes por jogo, 7 rebatidas e 221% com a posse de bola – ao lado de Éverton Ribeiro, por exemplo. Por fim, durante a temporada, o zagueiro deu 57,4 passes por jogo (aproveitamento de 96,4%) e 5,5 rebatidas.

Na vitória épica por 5 a 4 diante do Grêmio, no Rio Grande do Sul, Matheus Ferraz foi mais uma vez essencial. Autor de um dos gols, foi ele também quem sofreu o pênalti convertido por Pedro. É mais uma das histórias de superação do futebol. Agora, ele deseja retomar o caminho das conquistas com a camisa tricolor.

FOTO: Lucas Merçon/FFC

 

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. Tudo que eu entendo do ser humano, devo ao futebol.
P