Share This Post

Botafogo / Campeonato Carioca / Fluminense

Empate injusto em clássico movimentado

Empate injusto em clássico movimentado

Deu empate no clássico da quarta rodada da Taça Rio disputado na noite deste domingo (17), no Maracanã. Apesar de o Fluminense controlar o jogo, com 60% de posse de bola e 21 finalizações (contra cinco do Botafogo), o 1 a 1 com gols de Ganso, no primeiro tempo, e Alex Santana, no segundo, não saiu do placar.

O resultado foi ruim para os alvinegros, que precisam agora de um combinação de resultados para chegar às semifinais da Taça Rio. Os tricolores, apesar do resultado injusto, seguem invictos no returno, e na liderança do Grupo B, a um empate da classificação sem a necessidade de tropeço dos adversários.

O time de Fernando Diniz foi sempre quem teve a iniciativa do jogo, incomodando já aos 2 minutos, com Everaldo chutando fora do gol. O Botafogo, mesmo com o estreante Diego Souza entre o meio e o ataque, tentou jogar no erro do adversário, mas não foi feliz. Aos 25m, depois alta frequência ofensiva, Everaldo fez boa jogada pela direita e cruzou para Ganso marcar.

O gol exigiu postura mais ofensiva do time de Zé Ricardo, que começou a entrar no jogo adiantando a marcação. Nos minutos finais do primeiro tempo o Botafogo já equilibrava as ações e no meio campo. Tanto, que aos 42 minutos, levou perigo ao gol de Rodolfo num chute do lateral Marcinho, de fora da área, que acertou o travessão.

O time alvinegro voltou mais ligado no segundo tempo e conseguiu o empate logo aos 2m. Diego Souza tabelou com Alex Santana na entrada da área e deixou o volante de frente para o gol, com espaços para evitar a chegada dos zagueiros do Fluminense e igualar o marcador.

O gol logo cedo abateu os tricolores, mas não fez dos alvinegros senhores da partida. Sem um meia capaz de articular o jogo, o time de Zé Ricardo perdeu o vigor e permitiu que os tricolores reassumissem o comando após a parada técnica. Foi a vez então de o goleiro Gatito se destacar, sustentando o empate ao espalmar uma bola cabeceada pelo zagueiro Matheus Ferraz e ao fazer difícil defesa em um chute rasteiro de Luciano.

Reencontros:

O fato pitoresco do clássico foi a presença de jogadores que já atuaram do lado adversário. Diego Souza, revelado pelo Fluminense, Cicero e Diego Cavaleire são ex-atletas tricolores. Airton, Bruno Silva e Gilberto já vestiram a camisa alvinegra neste século. Nenhum deles conseguiu se destacar.

FICHA TÉCNICA:

CAMPEONATO CARIOCA 2019 – Taça Rio – 4ª RODADA
 Local: Maracanã – Rio de Janeiro/RJ

FLUMINENSE:
Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Léo Santos e Caio Henrique; Airton, Bruno Silva (Allan) e Paulo Henrique Ganso; Luciano, Everaldo e Yony González (Mateus Gonçalves).

Técnico: Fernando Diniz

BOTAFOGO:
Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Jonathan; Jean (Gustavo), Alex Santana e Cícero (João Paulo); Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão), Diego Souza e Erik.

Técnico: Zé Ricardo

Gols: Ganso (24’/1T) – FLU; Alex Santana (01’/2T) – BOT

Cartões amarelos: Marcinho, Alex Santana e Jean (BOT); Airton (FLU)

 Arbitragem: Rodrigo Nunes de Sá, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Correa e Adrea Maffra de Sá.

 Público: 18.732 torcedores presentes

 Renda: R$ 559.075,00

Foto: Mailson  Santana/FFC

Share This Post

P