Share This Post

Fluminense

Fernando Diniz reconhece dificuldades contra Luverdense: ‘Faltou criatividade’

Fernando Diniz reconhece dificuldades contra Luverdense: ‘Faltou criatividade’

Em partida apática, o Fluminense não saiu do empate sem gols nesta quarta-feira (03) diante do Luverdense, válido pela terceira fase da Copa do Brasil, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. Ao analisar o jogo, Fernando Diniz afirmou que já esperava ter dificuldades, mas reconheceu que o time tricolor teve pouca criatividade. No final das contas, o resultado foi justo.

“Jogo muito difícil, com já esperávamos. Historicamente o Luverdense pega os times grandes aqui e complica. Lembro do Inter empatar jogo aqui, o Botafogo não conseguir ganhar, o Santos perdeu aqui. O resultado foi justo sim. Criamos pouco, tivemos uma ou outra chance, o Luverdense criou pouco. Foi um jogo muito truncado. Foi um jogo para empate mesmo. A equipe soube jogar a partida, mas tivemos dificuldade para penetrar”, disse Fernando Diniz.

Durante a partida, a equipe de Fernando Diniz demonstrou muita sonolência e pouco dinamismo para furar o bloqueio do adversário. Além disso, de acordo com o treinador, as condições do campo foi mais um fator que influenciou na noite pouca iluminada do tricolor.

“As dificuldades foram criadas não só pelo campo, mas pela disposição tática dos jogadores do Luverdense. Eles marcaram muito, jogadores rápidos, foram muito obedientes. Os dez marcando com força. Sabíamos que seria difícil criar. Faltou um pouco de criatividade para o time, mas que foi dificultado por esses dois fatores: o campo e o esquema tático deles”.

Antes de voltar a enfrentar a Luverdense, o Fluminense duelará neste sábado (06), às 19h (horário de Brasília), contra o Flamengo pela semifinal do Campeonato Carioca. Sobre a partida decisiva, Diniz destaca que já virou a chave.

“Não pensamos no Flamengo enquanto não acabou esse jogo, mas agora é pensar no Fla-Flu. Descansar bem o time e preparar para fazermos um grande jogo no sábado”, finalizou.

 

FOTO: Lucas Merçon/FFC

 

Share This Post

Gabriel Lutterbach avatar
Jornalista em formação, 19 anos, mais carioca do que mineiro, mesmo sendo ao contrário na realidade. Setorista do Fluminense pelo Futebolzinho. Tudo que eu entendo do ser humano, devo ao futebol.