Share This Post

Futebol Internacional

Cardiff espera conclusão da perícia sobre o acidente para definir se pagará por Sala

Cardiff espera conclusão da perícia sobre o acidente para definir se pagará por Sala

Ainda que a queda da aeronave que causou a morte do argentino Emiliano Sala, de 29 anos, já tenha três semanas, a venda do atacante do Nantes para o Cardiff segue suscitando dúvidas. Os franceses fizeram uma reclamação cobrando o pagamento de 15 milhões de libras (R$ 71,5 milhões) pela contratação mais cara da história dos galeses. O presidente do Cardiff, Mehmet Dalman, admite a existência do débito com a equipe francesa, porém afirma que vai aguardar a conclusão da perícia do acidente para decidir se efetuará o pagamento.

Em entrevista ao canal britânico BBC, o mandatário do Cardiff declarou:

“Se formos obrigados contratualmente a pagá-los, é claro que sim. Somos um clube honrado. Mas se não formos, e há algumas anomalias em casos assim, então certamente você de mim, como presidente e responsável pelos interesses do clube, para olhar pelo nosso lado. É isso que estamos fazendo”.

De acordo com a BBC, foi acordado que o pagamento seria dividido durante os três próximos anos. A primeira parcela, na teoria, teria que ser subtraída uma semana depois que o atleta assinasse o vínculo, alguns dias antes da tragédia. Sem ter recebido a parcela conforme foi combinado, o Nantes reforçou a cobrança no começo do mês por meio de uma solicitação oficial por escrito com o objetivo de que o clube fosse ressarcido no máximo em 10 dias, o que não ocorreu até o momento.

Em outro trecho da entrevista, o presidente afirmou:

Ainda estamos no processo de coletar informações, e isso ainda está em andamento. E, quando chegarmos a um nível no qual tivermos informações suficientes, tenho certeza de que nos sentaremos com o Nantes e seguiremos em frente.

O caso

O avião onde estava o argentino Emiliano Sala desapareceu no dia 21 de janeiro no Canal da Mancha. A aeronave o levava da França para o País de Gales, pois o atacante havia se transferido do Nantes para o Cardiff. Ele retornou a cidade francesa para resolver questões burocráticas e se despedir de seus ex-companheiros de clube e em seguida voltaria para o Reino Unido para realizar seu primeiro treino pela equipe que havia o contratado na última janela de transferências, mas acabou não chegando ao seu destino.

Após o acontecimento, as autoridades de Guersney território localizado no Canal da Mancha deram início às buscas pelo avião onde se encontravam somente Sala e o piloto David Ibbotson. Mas depois de três dias, as investigações foram interrompidas pela polícia local, porém após uma campanha realizada pela família do atacante acumulando doações inclusive de estrelas do futebol mundial, ela conseguiu o retorno das buscas através de pedidos de ajuda às autoridades britânicas.

A aeronave foi encontrada no Canal da Mancha no dia 3 de fevereiro, com o auxílio de um navio particular e um equipamento sonar preciso de última geração. Um submarino acoplado com câmera foi usado para confirmar que os escombros faziam parte da Piper Malibu, e as imagens mostraram a presença de um cadáver no meio dos destroços. Na última quinta, o corpo foi recuperado e reconhecido como Emiliano Sala.

Fonte: Globoesporte.com

Redação: Futebolzinho

Foto: Reprodução de Twitter

 

Share This Post

Carlos Berbert avatar
Estudante de Jornalismo do sexto período na FACHA. Tenho 20 anos, sou carioca. Redator do Futebolzinho.com e meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo!
P