Share This Post

Futebol Internacional

Liverpool vence Manchester United e mantém liderança da Premier League

Liverpool vence Manchester United e mantém liderança da Premier League

Neste domingo (16), o Liverpool venceu o Manchester United pelo placar de 3 a 1 em partida válida pela 17ª rodada da Premier League. A equipe comandada por Jürgen Klopp chegou aos 45 pontos e manteve a liderança da competição, um ponto à frente do vice colocado, Manchester City.

No entanto, apesar da ótima atuação e da vitória incontestável do time da casa, a partida também ficou marcada pela falha do goleiro brasileiro Alisson, que resultou no gol da equipe de Manchester.

Se por um lado o Manchester United está fazendo sua pior campanha dos últimos 28 anos, com 26 pontos em 51 disputados, o Liverpool faz a sua melhor.

Segundo melhor ataque com 37 gols marcados, os Reds possuem também a defesa mais consistente da competição. Sofreram apenas sete gols até o momento e, apesar da falha de hoje, Alisson vem tendo papel importantíssimo na temporada do Liverpool.

De acordo com análise realizada pelo site Under Stats, o Liverpool já deveria ter sofrido 14 gols (expected goals), mas sofreu apenas sete. O estudo leva em consideração variáveis como número de chances criadas, área do campo onde foi realizado o chute, quem chutou, com qual pé, entre outras.

Foto/ Reprodução Liverpool

E muito destes números se deve às ótimas atuaçōes de Alisson, que possui a surpreendente marca de 85% de aproveitamento na relação entre chutes recebidos x defesas realizadas. Segundo dados publicados pelo jornal inglês The Sun, o brasileiro é o líder da Premier League neste quesito. Além disso, já são dez clean sheets em 17 partidas.

Outro ponto forte e bastante explorado do goleiro brasileiro é seu jogo com o pé. Alisson possui um total de 78% no acerto dos passes na Premier League, marca alta para um goleiro. Por isso, é titular absoluto e peça fundamental no esquema do Liverpool. Seu treinador, Jürgen Klopp, chegou a dizer em entrevista ao periódico Daily Mail, que pagaria o dobro dos 72,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 317 milhões), ao todo, desembolsados pelo clube inglês, para tirar o goleiro da Roma no início da temporada.

“Se soubesse que o Alisson era tão bom, eu teria pago o dobro”.

Share This Post

Davi Barbosa avatar
Advogado, jornalista em formação e pai da Helena. Apaixonado por futebol e pela arte da cornetagem.
P