Share This Post

News

Diniz começa a se incomodar com os questionamentos

A derrota para o Atlético-MG (2 a 1) não abalou a confiança de Fernando Diniz. O técnico acredita que o time sairá da situação delicada em que se encontra, e repete que a melhor solução é continuar com o trabalho que vem sendo executado.

Ao ser perguntado se sente que ainda tem o respaldo da diretoria para manter a filosofia de jogo, Fernando Diniz afirmou que sente muita confiança nos dirigentes. Mas reclamou da insistência da imprensa no questionamento ao conceito do jogo.

– Uma das coisas que pesa é a insistência nas perguntas que vocês fazem. Sei que você pode querer mudança, mas a insistência da pergunta fica gerando um questionamento… Queremos mudança no Brasil… Aí você vê o Klopp (Jürgen Klopp, técnico do Liverpool). Ficou cinco anos sem ganhar nada lá. O Guardiola, quando você pergunta, ele diz que em um ano não dá para fazer nada. Aqui nós estamos trabalhando há sete meses. Remontamos um time inteiro. O time que jogou o Carioca praticamente mudou as 11 peças. E o time consegue jogar bem.

Diniz analisou o desempenho do meia Paulo Henrique Ganso:

– Ganso está jogando em uma zona de flutuação, de achar o passe na frente. Acho que em alguns momentos ele pode ficar mais à frente, mas acho que ele fez uma boa partida, parecida com aquelas que ele vem fazendo. Não acho que isso foi determinante para não termos ganho.

O técnico comentou ainda sobre o desentendimento entre Nenê e Wilton Pereira Sampaio (árbitro da partida):

– Ele disse que foi fazer um questionamento normal com a arbitragem, que interpretou de uma outra forma e gerou uma expulsão.

O Fluminense retorna ao Rio de Janeiro na manhã deste domingo (11/08) e volta aos treinamentos na terça-feira (13/08).

Share This Post

2 Comments

  1. miitelles avatar

    Gostei, acho que você foi muito pertinente em suas análises. Parabéns pelo trabalho!

  2. Regina Carino avatar

    Gostei do texto tb! Que boa leitura!

Leave a Reply

P