Flamengo

Notícias do Flamengo

O vermelho, o preto e o gigante de cimento

Domingo foi dia de Maracanã. Eu não sei vocês, mas mesmo com mais de 30 anos de estádio, cada vez que eu entro naquele espaço a mágica se faz. Meu coração acelera, minha boca seca, minhas mãos suam, os olhos brilham mais… eu vou ver o meu amor. Naquelas quatro linhas estão em cheque meus momentos de felicidade mais genuína, mais pura e mais fácil de ser percebida. E era contra o Sport, aquele time digno de pena, que ganhou um campeonato de safadeza e foi na onda e agarrou a única chance de ser campeão. É aquela farpa na pata do dinossauro. Eles sabem, nós sabemos, mas é sempre divertido mostrar quem é quem. E nós fomos os gigantes de sempre. Donos da bola, da casa, de tudo. Um primeiro tempo nervoso, não sei porque, talvez fossem os quase 60 mil olhos arregalados e gargantas em chama...

Com sua Licença, São Judas Tadeu

“… Jorge sentou praça na cavalaria / E eu estou feliz porque eu também sou da sua companhia / Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge / Para que meus inimigos tenham pés, não me alcancem / Para que meus inimigos tenham mãos, não me peguem, não me toquem / Para que meus inimigos tenham olhos e não me vejam…” – Jorge de Capadócia – Jorge Bem Jor E hoje (sexta-feira, 27 de julho), tem Eclipse Lunar. Dizem que é o Eclipse do Século, assim como dizem que as “manchas” apresentadas no satélite representam São Jorge. Santo Guerreiro, amado por tantos e padroeiro de várias cidades pelo mundo, sincretizado como “Papai Ogum” ou Oxossi, herança da vasta e maravilhosa Cultura Africana. Salve Jorge! Seja no dia 23 de abril, seja em qual eclipse for. Olá para quem é de olá… S...

Osgarmo, o precoce

Osgarmo, o precoce, é um personagem criado pelo desenhista Angeli, que apareceu em muitas publicações do autor para tirinhas da Folha de São Paulo nos anos 80 e 90. Como o nome sugere, a principal característica de Osgarmo é exatamente essa que seu predicado insinua. O Flamengo no jogo de ontem à noite, contra o Santos, me lembrou o personagem. É histórica a dificuldade – não só do Flamengo – que há em vencer o Santos na Vila Belmiro. Impossível, também, não lembrar do épico e inesquecível jogo entre as duas equipes em 2011. Mas voltemos ao presente; embora a dificuldade exista, e sempre existirá, o Flamengo após o rápido gol (olha o Osgarmo aí­) simplesmente deixou o Santos jogar e, novamente, não se interessou em ampliar o placar. Não demorou muito e Rodrygo, em uma bela joga...

Que time duca!

Já vou avisando que estou muito animada! E quando estou assim, eu explodo em otimismo, confesso que quem me deixa assim é o Flamengo e malanders, essa terça foi sensacional!!! Primeira coisa, Vitinho vem, parça!!! Não acho o cara maravilhoso, tenho que falar, mas acho muito bom e talvez seja ele a peça que falte pra encaixar ali na frente. Segunda coisa e ainda sobre Vitinho: Vocês tem noção do tamanho que o Flamengo está ficando? Mermão, 10 milhões de euros!!! É briga de cachorro grande! Eu fico aqui, pensando que poucos anos atrás tínhamos Val, Dennis Marques, Paulinho, como reforços. Hoje meu time tem Diego, Diego Alves, Éverton Ribeiro, Guerrero, Cuéllar… É jogador pra mais de metro. Parada de dar inveja em time bom e não só na menorzada por aqui. Terceira coisa: Não odeio o Arão...

Seja na terra, seja no mar… Sempre Flamengo será

“… Eu sei que vão censurar meu proceder / Eu sei, mulher / Que você mesma vai dizer / Que eu voltei pra me humilhar / É, mas não faz mal / Você pode até sorrir / Perdão foi feito pra gente pedir / Perdão foi feito pra gente pedir…” – Atire a Primeira Pedra – Ataulfo Alves, Mário Lago Perdão foi feito “pra” gente pedir. Peço pelo atraso na publicação da coluna. Estava nesses últimos dias angustiantes envolvido por questões pessoais e não me sobrava o tempo, o ritmo e principalmente a motivação para escrever e admito, sigo aqui nestas linhas de forma subjetiva, passo ao largo dos resultados esportivos, porém, fico atento ao que acontece no Universo Flamengo. Olá, Leitores! A segunda-feira estava só começando quando o aplicativo de mensagens me mostra a pergunta de um amigo: “Já v...

Mau recomeço

Estamos de volta ao Brasileirão nosso de cada dia. Após uma decepcionante participação do Brasil na Copa, nosso time terá a brava missão de se manter líder em um campeonato dificílimo, participando de outras competições que tornarão o mês de agosto uma provação enorme. Para falar do jogo de ontem, queria voltar um pouco à Copa, em especial à eliminação da seleção brasileira. Mais do que a teatralidade de Neymar, o que pesou naquele jogo foi a ausência de Casemiro e a opção em seu lugar por um jogador sem a menor condições de suprir sua falta. Além, claro, de um centroavante absolutamente inoperante. Esse cenário te lembra algum time? Voltamos ao trabalho ontem, no Maracanã, para mais de 50 mil pessoas. E já deu pra sentir que o Flamengo acusou o golpe do êxodo desde o fim da temporada pass...

Eu só quero é ser feliz

E depois de um longo mês, o Flamengo volta a campo. Se engana quem pensa que ficamos todos de férias do vermelho e preto. Jamais! A “indústria” de boatos e especulações ferveram como nunca, e quem teve calma e discernimento, ignorou como sempre. Eu penso seriamente no Flamengo que vai entrar em campo amanhã e tá muito dificil controlar a empolgação. Acredito realmente que voltaremos melhores. Ok que o próprio chefe, Barbieri, me lembrou que os outros times tiveram o mesmo tempo de preparação que a gente. A diferença é que eles não tem Diego, Diego Alves, Everton Ribeiro, Paolo Guerrero, Paquetá, Thuler, Léo Duarte e sim, Fernando Uribe! A cada treino desse colombiano eu vejo a estrelinha do hepta piscando mais próxima. Pode ser que eu esteja enganada por que futebol nunca será ...

Flamengo em sua Batalha de Zela

Me impressiona como fatos históricos, personagens, letras musicais (parecem propositais) ou locais se encaixam de forma análoga em um assunto atual como se fosse um cubo mágico. Neste caso um Cubo Mágico Flamengo… “… Mas sua verdade não me engana / Nesse termo de maldade / Que piração / Eu tô na terra ou no céu / Ninguém se entende / Nessa Torre de Babel / O mundo tá acabando, não vai sobrar quase nada / A nossa hora tá chegando / E ainda fazem piada…” Torre de Babel – Barão Vermelho, Roberto Frejat, Guto Goffi, Ezequiel Neves Ainda fazem piada diz o trecho musical… Pano rápido. Antes gostaria de agradecer a todos que dedicaram seu tempo para ler esta coluna. Como eu disse ao “culpado”, André Tozzini, nem no meu maior devaneio (e tenho muitos) eu esperava tantos lei...

A prata da casa… Dos outros

Desde que eu me entendo por gente, ouço cada torcedor do Flamengo se vangloriar da fábrica de fenômenos que temos na Gávea. A fábrica! Craque a gente faz em casa. E o que fazemos com eles? Ou melhor, o que pensamos realmente sobre esses meninos? Tenho certeza que a maioria que está lendo isso está pensando que sou maluca, estou viajando, já que valorizamos muito a base e vivemos criticando o técnico malvado e o dirigente acéfalo que não faz uso dessa maravilha no Fla. Porém, cada vez mais vejo que não é bem assim que funciona. Explico. Temos uma excelente safra no Ninho, correto? Isso acho que não tem como discordar, porém, a janela de transferências ainda nem abriu e o pau já está comendo porque até agora só contrataram um cara para reforçar o elenco. Mas pera aí, cara pálida! Temos (anot...

E agora, José? Futebol – Alegrias e Tristezas

Quando um resultado esportivo adverso serve para uma reflexão sobre vários aspectos.

Uma espetacular, porém difícil, realidade

Por muitos anos amargamos a fama (justa) de mau pagadores e de clube falido. Os bons jogadores não queriam jogar no Flamengo, a não ser os corajosos Rubro-Negros de coração, e nos acostumamos a acumular e contar com tralhas. Acredito que vem daí o famoso “era ruim, mas tinha raça”. Mas isso acabou. Hoje nossa realidade é bem diferente, toda hora vemos jogadores mundialmente famosos, em grandes clubes europeus, dizendo que jogariam com o Manto Sagrado. Temos um plantel bom e que pode render muito mais. Faltam peças de reposição e pontuais, mas temos um time! Podemos cobrar eficiência, competência, porque tem! Conquistamos! Isso nos envaidece, claro! Mas estamos pagando um preço que talvez, ainda seja muito alto, o mercado, pra gente, está mais caro. O Flamengo não está conseguin...

Tabelinha com Apolinho

Seguindo a programação especial durante a Copa do Mundo, nossa coluna conta novamente com um grande nome do jornalismo esportivo para abrilhantar o espaço. Esta semana, O CARA do rádio carioca apareceu para me dar essa honra: o comentarista de doze copas do mundo, ex-treinador do Flamengo e o mestre da comunicação radiofônica Washington Rodrigues, o Apolinho. Deixa o homem falar! 1) Obrigado por aceitar meu convite. Vamos de Fernando Uribe, o primeiro nome anunciado nesse período de recesso da Copa. Que tal? Não conheço o Uribe, imagino um atacante como tantos outros. Se com 30 anos ainda procura clube, não deve ser nenhum fenômeno. Tomara que acrescente algo. Sou mais o Lincoln. 2) Para você, a “era Guerrero” no Flamengo acabou? Como você classifica sua passagem pelo clube? Gu...

P