Blog da Fuzarca

Blog da Fuzarca

Eurico, herói/vilão do Vasco

Quem vive a história, dificilmente tem o distanciamento necessário para analisá-la com isenção. Sejam os com mais idade, que se acostumaram com o VP de futebol mais vitorioso do Vasco, sejam os mais novos, que só puderam acompanhá-lo nas desastrosas gestões como presidente do Clube, não importa. O fato é que Eurico Ângelo de Oliveira Miranda, é um dos personagens mais importantes da história vascaína. Não se trata de “passar o pano” por conta do seu falecimento. Vilão ou herói, não se pode negar a imensa influência do “Dotô” Eurico por décadas e décadas, e não apenas no Vasco, mas no futebol carioca e nacional. Sua morte não muda em nada seus feitos, nem os proveitosos, nem os negativos. A balança, obviamente, penderá mais favoravelmente para os vascaínos; já para os amantes do futebol de ...

Flu e Concessionária têm um contrato. O Vasco tem a culpa

Uma final de Taça Guanabara com portões fechados. Diante de tal descalabro, os analistas de plantão procuram culpados. E, é óbvio, é bem fácil bater no Vasco. Muitos usam um discurso “legalista”. Alegam que o Fluminense tem um contrato com a Concessionária e que ele deve ser cumprido (mesmo que o Fluminense não cumpra a parte dele). Até aí, ok. Mas os legalistas não falam a história toda, seja por ignorância, seja por conveniência. O regulamento do Carioca é discutido em janeiro. Nesse regulamento – que precisa ser cumprido tanto quanto qualquer contrato – está claramente definido que o mandante da final seria definido por sorteio e que este organizaria tudo na partida. Incluindo aí segurança, assistência médica, venda de ingressos E o lado do estádio no qual sua torcida assistirá o jogo. ...

Um gesto enorme numa camisa gigante

E o Vasco mostra mais uma vez sua incrível vocação de tirar polêmicas de onde não deveriam existir com a homenagem que fez ao Flamengo, estampando a bandeira do rubro-negro em sua camisa. De um modo geral, o gesto foi visto como mais um dos muitos gestos de grandeza do Gigante da Colina. Mas, como não poderia deixar de ser, muitos torcedores – incluindo aí dirigentes do clube – ficaram revoltados. Para eles, foi como macular um símbolo vascaíno. A homenagem poderia ser outra? Claro. O nome ou foto das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu seria algo mais adequado e, porque não dizer, justo. Mas é preciso levar em consideração que a homenagem não foi apenas a inclusão da bandeira na camisa. As camisas também serão leiloadas e a renda revertida em benefício das comunidades do Vidigal e da Ro...

Uma carta para a molecada do Vasco

E aí, molecada? Como está a galera toda? Imagino que vocês estejam passando por um momento confuso. O misto de frustração e orgulho é natural depois de uma final como a de ontem. Os elogios vindos de todos pelo belíssimo futebol apresentado durante a Copinha deve ter deixado vocês muito felizes. Mas perder a final, ainda mais depois do segundo tempo que fizeram contra o São Paulo, deve ter sido a maior ducha de água fria das suas ainda iniciantes carreiras. Mas segue meu conselho não requisitado: se atenham ao lado positivo de tudo isso. Ter dado esperança de um futuro melhor para milhões de vascaínos pelo mundo vale muito mais que qualquer título de base. Com o que fizeram em campo, vocês resgataram algo que o torcedor do Vasco não via há muitos anos, pelo menos desde 2011. A CERTEZA que ...

Se a Globo “lima” o Vasco, que lotemos a arquibancada

Sábado que vem começa 2019 para o Vasco, com a estreia pelo Estadual, contra o Madureira, em Moça Bonita. E mesmo antes da bola rolar, o Carioca já tem polêmica envolvendo São Januário. A Rede Globo, a eterna detentora dos direitos de transmissão de todos os campeonatos que valem alguma coisa nesse país, não exibirá partidas do Vasco na fase de grupos da Taça Guanabara. Nem na tv aberta, nem na Sportv (seu principal canal esportivo por assinatura). Ou seja, nas primeiras cinco rodadas do Estadual, só verá o Vasco pela telinha quem for assinante do Premiere ou pagar pelo PPV (ou quem arrumar um link esperto pela Internet ou descolar uma gatonet, claro. Mas essa é outra história). Vale dizer que esse é um privilégio exclusivo do cruzmaltino. Flu, Bota e – obviamente – Fla terão p...

É possível ainda dar algum crédito ao Campello?

Alexandre Campello concedeu uma entrevista ao programa Jogo Sagrado, da emissora Fox Sports. Como não poderia deixar de ser, o futebol não foi o único tema da entrevista. E quando a política virou o foco da conversa, Julio Brant pediu algo como um aparte, via ligação telefônica. Não dava para esperar um debate em alto nível entre dois rivais políticos no Vasco, ainda mais da maneira que a rivalidade foi construída. Entre trocas de farpas, acusações e ofensas literais (“mentiroso” de um lado e “traidor” do outro), ficou evidente para todos os telespectadores o constrangedor momento político que a instituição atravessa. Entre os vários pontos discutidos, uma pergunta do Brant merece algum destaque. É sobre a posição do presidente do clube sobre o famigerado HD que teriam provas de fraude nas...

Valentim: trabalho, e não falatório, é o que salvará o Vasco

Como ainda estou com muito pouco tempo disponível, assuntos até mais relevantes para o Vasco acabaram passando batidos por esse humilde bloguinho (como a anulação da eleições pra presidente e o recurso que o clube – vulgo, administração Campello – pediu na justiça). Mas essa última foi tão revoltante que não dá pra deixar em branco. Então o Sr. Alberto Valentim, o técnico-galã, o treinador vascaíno com o pior aproveitamento na década, soltou a seguinte pérola após o indesculpável empate com o Paraná Clube: “Quero fazer apelo para os vascaínos estarem do nosso lado. Vejo a oposição procurando tumultuar. Se somos vascaínos, temos que estar juntos agora. Vamos unir forças: nosso torcedor, diretoria. O presidente está se virando para deixar o Vasco cada dia melhor“. Não sei o que s...

Empréstimo aprovado, é hora da oposição do Vasco se explicar

Com pouco tempo, vários assuntos importantes sobre o Vasco acabaram passando sem um comentário – não solicitado por ninguém, como sempre – aqui do Blog da Fuzarca. Mas volto ao espaço em pleno domingão para falar do empréstimo que a Diretoria buscava aprovação junto ao Conselho Deliberativo. Finalmente Campello conseguiu aprovar o empréstimo. Mas isso, depois de uma primeira tentativa frustrada pelo Conselho, que pediu mais informações sobre a operação financeira. O problema é que a demora em fechar o negócio o tornou menos favorável ao clube. Na prática, o Vasco perdeu R$ 7 milhões que teria conseguido se o empréstimo fosse aprovado na primeira votação. Até aí, nada demais. Presidentes pedindo empréstimos sem esclarecer os trâmites do negócio podem trazer prejuízos bem maiores ao cl...

Vasco: parabéns pelos 100 anos de glórias e conquistas

Datas redondas, como 120 anos, são perfeitas para grandes comemorações. Mas para o Vasco, que completa seu centésimo vigésimo ano de fundação hoje, poucos são os motivos para festa. E não apenas por conta do melancólico empate com o Ceará em São Januário. Esse aliás, nem chega perto de ser o principal motivo para o clima não ser exatamente festivo. O pior é a sensação clara, e certamente compartilhada com a grande maioria da nossa torcida, de que o Vasco parou na história, ou ainda, recuando há pelo menos 18 anos. E como a atual gestão tem ainda mais dois anos pela frente e não dá a menor pinta de que conseguirá reverter essa situação, podemos dizer que o nosso amado clube interrompeu sua gloriosa história no seu centenário. (Abre parênteses: claro que não podemos esquecer o ano de 2011, n...

Dotozinho tenta tumultuar e choca zero vascaínos

Na minha opinião, a melhor piada sobre o namoro homossexual recém-assumido pelo tricolor Lulu Santos é a que dizia que o cantor “sai do armário e choca um total de zero pessoas”. Me lembrei desse caso assim que vi esse tweet do Eurico Brandão, o “Dotozinho”: Já sabíamos que o Brant não assumia desde o primeiro dia. Acordo já estava fechado desde antes da eleição. Um dia conto tudo mas só daqui a um tempo. — Eurico Angelo Brandão De Oliveira Miranda (@euricobmiranda) August 1, 2018 Seja verdade ou não, esse tipo de informação não chega a ser uma surpresa para muita gente. Teorias de que o Campello formava a tal “chapa-laranja” do Dotô (aquela encabeçada por um aliado qualquer posando de oposição para tirar votos de quem realmente se opõe ao clã Miranda) durante as eleições era algo co...

Vasco reduz a folha

Economia na folha salarial à vista, no Vasco. Cerca de R$ 900 mil mensais com a saída de quatro jogadores: Riascos, que rescindiu contrato para jogar na China, Bruno Paulista, devolvido ao Sporting-POR, Erazo e Wellington. Erazo, inclusive, está liberado há algumas semanas para tratar de sua transferência para o Barcelona de Guayaquil. Wellington tem tudo para fechar com o Atlético-PR. Passando nos exames médicos de seu novo clube, ele terá seu contrato rescindido com o Vasco, que deixará de pagar cerca de R$ 220 mil. A saber se haverá reposições para o elenco. O clube negocia com o zagueiro Oswaldo Henríquez e o atacante Maxi López.

Cria do Vasco, Coutinho se sente bem com a amarelinha

Escrevo isso antes do jogo contra o México, portanto, são impressões sobre a primeira fase da Copa. E só podemos chegar a uma conclusão se falarmos sobre os três primeiros jogos da Seleção Brasileira no Mundial. O nome do time, até agora, é Phillipe Coutinho. Coutinho foi fundamental em três dos cinco gols da seleção, marcando dois e fazendo a assistência de um. Com isso, o camisa 11 assumiu o protagonismo da amarelinha, independente do hype em favor do “garoto” Neymar. Claro que devemos levar em consideração a falta de ritmo da estrela maior da equipe.  E é bem possível que Neymar ainda melhore de produção. Mas isso não diminui a bola que Coutinho vem jogando. Bola essa que fez do meia o jogador mais importante na classificação do Brasil para as oitavas de final. E é pelas belas atuações ...