Vasco

Feito sobre o Avaí, em jogo eletrizante, tem aplausos e vaias para um time invicto

Time saiu perdendo, virou o jogo, abriu 3 a 1, mas permitiu um gol e agora joga por um empate no jogo de volta, no Estádio da Ressacada, em Santa Catarina, no dia 10 de abril.

Valentim deve repetir a escalação para enfrentar o Avaí em casa pela Copa do Brasil

O Vasco entra em campo nesta quinta-feira (14), às 21:30h (de Brasília), em São Januário, para enfrentar o Avaí pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O técnico Alberto Valentim deve repetir a escalação feita no último sábado, no clássico com o Flamengo no Maracanã, jogo que que quase custou a invencibilidade da equipe – Maxi López empatou, de pênalti, aos 50 minutos. Desta forma, é provável que o meia Bruno César e o atacante Rossi comecem no banco. Provável escalação: Fernando Miguel, Cáceres, Werley, Castan e Danilo; Raul, Lucas Mineiro e Thiago Galhardo; Pikachu, Maxi López e Marrony. RETROSPECTO A última vez que Vasco e Avaí se enfrentaram foi pelo Campeonato Brasileiro, em 2017. A partida também aconteceu em São Januário e na ocasião, Yago Pikachu foi o responsáve...

Média de gols sofridos cai 62% por jogo em relação ao mesmo período de 2018

No próximo confronto da equipe cruz-maltina, que acontece nesta quinta (14), em São Januário, contra o Avaí pela Copa do Brasil, o técnico Alberto Valentim completa sua trigésima primeira partida disputada no comando da equipe carioca. Valentim chegou ao Vasco ao final de agosto do último ano, depois da passagem de Zé Ricardo, Jorginho e o interino Valdir Bigode no banco. O início de seu trabalho teve um começo difícil: foram quatro derrotas seguidas. No entanto, o presidente Alexandre Campello não desistiu e o manteve no comando, com a missão de livrar o Vasco do quarto rebaixamento em menos de dez anos. Ao fim da temporada 2018, o Vasco continuou na Série A do Brasileiro, ocupando a 16ª colocação – a primeira fora da zona – mas os números de Alberto no comando não foram os me...

Eurico, herói/vilão do Vasco

Quem vive a história, dificilmente tem o distanciamento necessário para analisá-la com isenção. Sejam os com mais idade, que se acostumaram com o VP de futebol mais vitorioso do Vasco, sejam os mais novos, que só puderam acompanhá-lo nas desastrosas gestões como presidente do Clube, não importa. O fato é que Eurico Ângelo de Oliveira Miranda, é um dos personagens mais importantes da história vascaína. Não se trata de “passar o pano” por conta do seu falecimento. Vilão ou herói, não se pode negar a imensa influência do “Dotô” Eurico por décadas e décadas, e não apenas no Vasco, mas no futebol carioca e nacional. Sua morte não muda em nada seus feitos, nem os proveitosos, nem os negativos. A balança, obviamente, penderá mais favoravelmente para os vascaínos; já para os amantes do futebol de ...

Corpo de Eurico Miranda é velado na Capela de N.S. das Vitórias, em São Januário

Ex-presidente do clube morreu no inicio da tarde desta terça-feira (12), aos 74 anos, num hospital na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, em decorrências de um câncer no cérebro. O corpo será enterrado nesta quarta-feira (13).

Valentim ignora a invencibilidade e elogia garra dos jogadores

Técnico destacou o empenho de Danilo Barcelos, que evitoi o segundo gol do adversário.

Maxi decide no fim e ‘Clássico dos Milhões’ termina empatado no Maracanã

Empate entre vascaínos e rubro-negros é o quinto consecutivo no confronto entre os rivais.

Um clássico diferente num embalo alternativo

Titulos Vascaínos enfrentam os reservas rubro-negros reforçados por trio de R$ 127 milhões

Leandro Castan revela ansiedade por clássico, elogia Valentim e parceria com Werley

Capitão do time, espécie de xerife da zaga vascaína, Leandro Castan tem sido um dos pilares da equipe treinada por Alberto Valentim. Um conjunto que tem se destacado no Estadual pelo ótimo desempenho defensivo, sofrendo três gols em nove partidas. Em entrevista ao Site Oficial do Vasco, o zagueiro titular elogiou a empreitada do comandante e analisou as estratégias utilizadas por Valentim. “A explicação é o trabalho do Alberto. Ele tem trazido a mentalidade de defender todo mundo junto na hora que nosso time está sem a bola. É um modo italiano e que ele tem sangue. Todo mundo comprou a ideia por saber a importância de se cumprir bem as funções dentro de campo. A linha defensiva precisa ser sempre bem compacta. Temos conseguido fazer isso muito bem”, afirmou o capitão do Vasco. ...

Bruno César se destaca e Marrony e Rossi garantem a primeira vitória na Taça Rio

O desfalque do centroavante Máxi López, referência da equipe, não foi obstáculo para que o Vasco dominasse e vencesse o duelo contra o Boavista, em São Januário, neste sábado de Carnaval (02). Com gols de Marrony e Rossi, um em cada etapa, respectivamente, o time de Alberto Valentim fez 2 a 0 manteve a invencibilidade no Campeonato Estadual. Foi a primeira vitória em duas rodadas da Taça Rio.  O próximo jogo do campeão da Taça Guanabara será o clássico contra o Flamengo no sábado (9). O Boavista enfrentará a Portuguesa na mesma data. Destaque para Bruno César O técnico vascaíno optou por uma formação mais ousada com só um volante (Lucas Mineiro) e dois meias (Bruno César e Thiago Galhardo para municiar os atacantes. E trouxe uma novidade: Rossi no lugar de Pikachu. Mas o destaque ficou com...

Sem Maxi López e Raul, time vai campo com um volante, dois meias e três no ataque

Vitória sobre o Boavista na tarde deste sábado (2), em São Januário, pode valer a liderança do Grupo B da Taça Rio. Valentim analisa disputa por vaga entre os titulares.

Clube fecha mais dois patrocínios para o uniforme até dezembro: AOC e NetBet

Empresas ocuparão a barra da camisa (frente e costas) e juntarão a GPI, TIM e Global, parceiros fixos até o final de 2019. Valores acertados não foram revelados pelas partes.