Campeonato Brasileiro 2019

Diniz lamenta a falta de pontaria

O técnico do Fluminense comenta assuntos relacionados ao Fluminense como a chegada do novo reforço tricolor, o meio-campo Nenê e a projeção de sua utilização e análise e identificação dos erros cometidos pela equipe no empate com o Ceará em casa

Fluminense só empata com o Ceará frustra a torcida

O confronto que fechou a décima rodada teve interferência do VAR em duas oportunidades, gol e reconciliação do centroavante Pedro com a torcida tricolor, Ganso participativo e golaço de bicicleta do zagueiro Tiago Alves para o Ceará no empate bem movimentado entre as duas equipes

VAR decide jogo contra o Vasco na Arena do Grêmio

Apesar do esforço de todos os jogadores, quem acabou fazendo a diferença na derrota do Vasco para o Grêmio foi o VAR O Vasco foi à Porto Alegre com uma estratégia clara e adaptada às possibilidades da equipe: quando o adversário estivesse com a bola, o time jogaria compactado e com uma marcação forte para recuperar a bola na sua intermediária. E aí, estando com a bola, o time exploraria os contra-ataques em velocidade, principalmente com jogadas pelas pontas. Contra um Grêmio quase todo reserva, a tática deu certo. Não se importando com as estatísticas de posse de bola, a equipe do Luxemburgo conseguiu segurar o ímpeto gremista – que não conseguiu ameaçar nosso gol mesmo tento maior controle da partida – e ainda levar perigo nos contragolpes. Acabou que a primeira etapa terminou com uma vi...

Vasco e Grêmio: qual time aproveitou melhor o tempo?

O Grêmio é o adversário contra o qual o Profexô precisará mostrar os efeitos do seu trabalho na pausa para a Copa América (foto: www.vasco.com) A volta do Brasileiro deve trazer a muitos vascaínos um tipo de sentimento contraditório. Será bom matar as saudades de ver o time em campo. Mas vê-lo jogar, pelo menos nos últimos anos, tem sido na maioria das vezes 90 minutos de aflição. E essa mistura de alegria e preocupação são quase uma certeza diante do adversário que teremos depois de um mês sem uma partida oficial. Isso porque, definitivamente, encarar o Grêmio fora de casa não é a reestreia dos sonhos de nenhum time. Pelo lado positivo, já que teremos um restante de campeonato complicado, é bom que tenhamos logo de cara um desafio que realmente teste a equipe do Luxemburgo. Ainda que o Ch...

Otimismo permitido para a torcida do Vasco

Otimismo, mas não apenas pelas vitórias: 3 a 1 sobre o Foz do Iguaçu é o menor dos motivos para a torcida ter mais fé no Vasco no restante da temporada (foto: www.vasco.com.br) A Copa América termina hoje e o Brasileirão volta à normalidade no próximo fim de semana. E a pausa para a competição sul-americana acabou sendo boa para o Vasco, dando até motivos para a torcida alimentar algum otimismo. Não digo isso pelas vitórias nos três amistosos, que no fim das contas foram contra adversários que nem de longe podem oferecer as dificuldades que teremos no Brasileiro (a lembrar, 2 a 0 sobre o Rio Branco-ES, 1 a 0 sobre o Atlético Goianiense e, ontem, 3 a 1 sobre o Foz do Iguaçu-PR). Essas partidas não podem ser consideradas algo além de treinos de luxo, muito mais úteis para o treinador fazer o...

Torcida carrega o time e Vasco vence o Ceará

Os 20 mil vascaínos transformaram a Colina no caldeirão e torcida empurra o Vasco para a vitória e para fora do Z4 (foto: www.vasco.com.br) Não há como negar que o Vasco esteja mais arrumado e que na vitória sobre o Ceará pelo placar mínimo fomos um time (ainda que um time não dos mais fortes) e não um bando em campo. Méritos para o profexô e para os jogadores, que têm demonstrado mais disposição e atitude. Mas também não dá pra negar a importância da torcida em mais uma vitória sofrida da equipe. O Vasco foi predominante durante, pelo menos, 80 minutos da partida. Mas enquanto o time dominava o jogo e não conseguia transformar a posse de bola muito superior que teve em um número aceitável de chances de gol, foi o torcedor que teve paciência e incentivou os jogadores. E mesmo vendo um meio...

Para vencer o Ceará, o Vasco depende de bola no pé, não de pés quentes

Luxa conversa com seu time. Que o papo seja sobre táticas e não sobre amuletos da sorte ou coisa do gênero (foto: www.vasco.com.br) A semana passada foi tão cheia de compromissos profissionais que, confesso, nem consegui ver a vitória do Vasco sobre o Internacional (algo que meus poucos leitores mais atentos devem ter percebido pela ausência de um pré-jogo aqui no blog). E por um erro da SporTV – que não transmitiu o vt anunciado na sua programação – não consegui ver nada além dos melhores momentos da partida, o que deve também ter sido notado pela falta da resenha pós-jogo aqui no espaço. E para o deleite dos engraçadinhos que imediatamente me taxaram de pé-frio, um compromisso inadiável me fará perder pelo menos boa parte do confronto entre o Vasco e Ceará hoje. A pilha é boa...

Fernando Miguel retorna ao time e aumenta confiança dos vascaínos

Lanterna da competição, time carioca busca a primeira vitória. Gaúchos, que ainda não fizeram gol como visitante, tenta chegar ao G-4

Bota 1 x 0 Vasco: nem tudo Luxemburgo pode resolver

Tiago Reis teve a melhor chance do Vasco na partida, mas a bola caprichosamente parou na trave (foto: www.vasco.com.br) Na sua entrevista coletiva após a derrota por 1 a 0 para o Botafogo, Vanderlei Luxemburgo disse que é preciso analisar o contexto do jogo para falar sobre a atuação do Vasco. E nem dá pra discordar do treinador vascaíno quando ele diz que seu time evoluiu e que a derrota aconteceu numa falha de marcação. Como eu havia dito no post anterior, Luxa realmente reconheceu que é o momento de fechar a casinha: “a gente tem que saber que o melhor para o Vasco é ter consistência no meio. Eu gosto de um time jogando mais em cima do adversário, mas pelo momento é assim”. De fato, o time sofreu menos que o habitual, e as poucas finalizações do Botafogo provam isso. Mas a melhora defen...

Vanderlei percebe evolução na equipe

Técnico diz que o ambiente político conturbado atrapalha o clube no Brasileiro

Barroca celebra sequência de vitórias no Rio

Técnico elogia o momento da equipe e agora quer triunfos como visitante

Marcelo Salles exalta vitória e desempenho do time

Pela primeira vez à frente do Flamengo, Marcelo Salles liderou o Flamengo na vitória por 2 a 0 sobre o Fortaleza, neste sábado (1), no Estádio Nilton Santos. O técnico interino destacou em entrevista coletiva o desempenho do time após semana intensa: Estrear com vitória dá tranquilidade. Nosso grupo precisava desse resultado para a sequência da competição, para o jogo de terça-feira. A gente fica feliz por ter feito um grande jogo, ter saído com o resultado positivo e, além de tudo, ter tido uma atuação defensiva segura, não tomamos gol e terminamos o jogo com tranquilidade. Marcelo falou sobre a convivência com os jogadores e suas opções para o time titular: Foi um papo tranquilo (com os jogadores após saída de Abel), que a gente já tinha no dia a dia. O Abel me dava liberdade para conver...

  • 1
  • 2
  • 4
P