derrota

Leomir lamenta desatenção, se queixa do gramado, mas ressalta os pontos positivos

O time da Gávea perdeu pela segunda vez na Copa Libertadores da América, pelo placar de 2 a 1 para a LDU de Quito. Apesar de somar nove pontos, e liderar o grupo D junto com o Peñarol, o Flamengo vai ao Uruguai na última rodada precisando empatar para jogar às oitavas de final. O técnico interino, Leomir de Souza, que substituiu Abel Braga na beira do campo por suspensão, lamentou a derrota ao final da partida, creditando o resultado à falta de atenção dos jogadores e ao estado do campo. Mas enfatizou os bons momentos do time: “Já esperávamos uma pressão muito forte. Conseguimos um gol, conseguimos segurá-los, mas acabamos tomando um gol em uma bobeira nossa. Claro que o campo ali nos prejudicou um pouco, em um campo normal a bola bateria na mão do Diego Alves. Mas não é desculpa, fo...

Valentim não se abala por derrota, pede foco na Copa do Brasil e ainda crê no título

Apesar do amplo domínio rubro-negro no primeiro jogo e da necessidade de ter que fazer uma diferença de dois gols para levar decisão para a disputa de pênaltis, treinador vascaíno avisa: : 'Estamos vivos'

Festa uruguaia no Maracanã

O Flamengo amargou na noite desta quarta-feira sua segunda derrota em 17 jogos oficiais sob o comando de Abel Braga: num Maracanã lotado por quase 70 mil rubro-negros, o time perdeu para o Peñarol sua primeira partida nessa edição da Libertadores e desperdiçou a chance de encaminhar a classificação para a segunda fase do torneio. O gol de cabeça do atacante argentino Lucas Viatri, aos 43 minutos do segundo tempo, pôs os uruguaios no primeiro lugar do grupo D e reduziu para dois pontos a diferença para o segundo colocado. A diferença na tabela do grupo cai para apenas um ponto da equipe carioca para o vice líder, o própria clube uruguaio. Na próxima rodada, o time carioca recebe o San José, da Bolívia, no Maracanã, e o os uruguaios jogam em casa contra a LDU. O primeiro tempo Durante alguns...

Valentim pondera vaias, julga estratégia do Bangu e critica regulamento da Ferj

A derrota para o Bangu, por 2 a 1, de virada, em São Januário, na última rodada da Taça Rio, causou transtorno para a torcida vascaína. Vaias, xingamentos, objetos atirados no gramado e confusão na arquibancada foram os ingredientes da primeira derrota do Vasco na temporada diante de seus domínios. O trabalho de Alberto Valentim está sendo questionado e o comandante vascaíno buscou manter mansidão e serenidade ao falar sobre a partida contra o Bangu. Alberto citou o triunfo diante do Resende como explicação para manter os onze titulares. “Nós fizemos uma grandíssima partida contra o Resende. O Tiago ajudou, foi importante. Por isso mantive a equipe. Do jeito que jogamos, finalizamos muitas vezes. Hoje era para que repetíssemos, mas não conseguimos, porque erramos muito tecnicamente. ...

P