Marcos Valadares

Sidão foi UM dos problemas do Vasco na derrota para o Santos

Sidão falhou muito, mas o time todo foi péssimo no Pacaembu (foto: www.vasco.com.br) A atuação catastrófica do Sidão na derrota do Vasco para o Santos por 3 a 0 não é justificativa para a humilhação pública que o goleiro foi obrigado a passar para o “entretenimento” dos telespectadores. Não é a primeira vez que um veículo das Organizações Globo expõe um profissional à vergonha. Já tinha feito o mesmo em outras entregas do troféu “Craque do Jogo” para atletas que venceram a votação popular por ironia da audiência e, no caso mais grave, espezinhou o goleiro Muralha por meses a fio nas páginas do jornal Extra. Mas isso não tem nenhuma relação com a atuação do Vasco na partida. Aliás, essa história toda – incluindo a tentativa da Rede Globo de limpar a própria barra depois de ter feito a beste...

Valadares agradece oportunidade e espera nova chance

Treinador, visto como promissor, retorna ao sub 20 para dar sequência à carreira em São Januário

Valadares tenta terminar sua interinidade como a começou

Valadares faz sua despedida como interino contra o Santos, mesmo adversário da sua estreia (foto: wwww.vasco.com.br) Com Vanderlei Luxemburgo assumindo o time amanhã, Marcos Valadares terá na partida deste domingo, contra o Santos, a última oportunidade de mostrar seu trabalho como treinador interino do Vasco. Por coincidência, o mesmo Santos que o Valadares teve que encarar na sua estreia no comando da equipe. Seria ótimo falar que sua interinidade terminará como a começou, mas a as coisas mudaram um pouco desde a vitória sobre o Peixe por 2 a 1 na Colina. Naquela oportunidade, mesmo com a eliminação na Copa do Brasil, Valadares saiu com moral diante da torcida. Ter feito seus comandados mostrarem uma postura que Alberto Valentim não conseguia há muito tempo tinha sido o bastante para a t...

Vasco melhora, mas não o bastante para vencer o Corinthians

Vasco marca com gol de pênalti do Maxi, mas não passa do empate contra o Corinthians (foto: www.vasco.com.br) Quando a diretoria resolveu mandar o jogo contra o Corinthians na Arena da Amazônia, veio à mente de muitos torcedores o confronto contra a gambazada no Brasileiro do ano passado: em 2018, também vendemos o mando de campo, fomos para Brasília jogar com os marsupiais, e lá tomamos uma cipoada. Mas ontem a história foi diferente. O Vasco não perdeu e podemos dizer que fomos melhores na maioria do tempo. Mostramos alguma evolução e mais da disposição que tivemos na vitória sobre o Santos pela Copa do Brasil. Ainda assim, não foi o bastante para nossa primeira vitória no Brasileiro. O empate em 1 a 1 não foi o bastante para nos tirar da parte de baixo da tabela. E se a melhora do time ...

Valadares exalta pontos positivos no empate

O Vasco empatou com o Corinthians em 1 a 1, em Manaus, sua terceira partida no Campeonato Brasileiro. Mas o técnico interino Marco Valadares saiu satisfeito. Ele creditou o empate do adversário à disposição dos jogadores do Corinthians, que jogaram com time reserva. – Acredito que fizemos uma grande partida. Jogadores se doaram ao máximo. Primeiro tempo foi muito bom, e no segundo mantivemos o nível até uns 20, 25 minutos. Natural que o Corinthians, com jogadores descansados, conseguisse equilibrar o jogo. – A gente teve possibilidade de sair vitorioso, criamos oportunidades. Saímos perdendo, mas tivemos tranquilidade de continuar tendo a bola no pé. A gente sai chateado com resultado, mas feliz na questão do desempenho que a gente acredita que a equipe vem tendo – conclu...

Sidão estreia fora da Colina, mesmo com mando de campo do Vasco

Sidão fará sua estreia pelo Vasco contra o Corinthians, em Manaus (foto: reprodução da TV) Não sei se Alexandre Campello esperava começar o Brasileirão vendo o Vasco perder as duas primeiras rodadas da competição. Porque se ele chegou pelo menos a cogitar essa possibilidade, não teria pensado em vender o mando de campo na partida de hoje contra o Corinthians. E se mesmo tendo aventado a possibilidade das duas derrotas seguidas ainda assim se decidiria a levar o jogo para Manaus, é um sinal – aliás, mais um entre tantos sinais – de que o presidente do Vasco não leva em consideração o que pensam os torcedores do clube. Isso porque, no atual momento do time, para abrir mão do apoio dos vascaínos na Colina e ignorar as vantagens de jogar em um campo conhecido, a grana tem que ter sido muito fo...

Interino Marcos Valadares critica o time, mas enxerga evolução no segundo-tempo

Técnico mostra preocupação com rendimento, mas tenta mostrar positividade. Ele ainda não terá Fernando Miguel e Leandro Castan para jogos contra Corinthians e Santos.

Em ritmo de feriado, Vasco perde para o Galo

Maxi volta a marcar, mas não foi o bastante para que o Vasco vencesse o Galo (foto: www.vasco.com.br) Vasco e Atlético-MG entraram no gramado de São Januário aparentando fazer uma homenagem ao Dia do Trabalhador. Pelo que apresentaram no primeiro tempo, os dois times resolveram curtir o feriado e não trabalhar. Foi um jogo chato, lento, sem emoções. Uma atração digna de um belo cochilo. Do nosso lado, um ritmo de treino irritante. Jogadores trotando em campo, um ataque sem função por não se acionado, criação inexistente e uma reposição defensiva em câmera lenta. Se o Galo não estivesse igualmente com o modo preguiça acionado, teríamos problemas sérios. E assim acabou o primeiro tempo e começou o segundo. Sem alterações no intervalo, só uma coisa parecia poder animar a partida: gol. E foi o...

Valadares escala um Vasco estranho contra o Galo

Felipe Bastos ressurge das cinzas para atuar contra o Galo (foto: www.vasco.com) Muita coisa deve ter passado pela cabeça do Marcos Valadares depois da goleada imposta ao seu time pelo Furacão, na estreia do Brasileiro. Ninguém aqui é telepata, mas podemos imaginar que o técnico interino – que no momento deve temer até sua interinidade – que entre as coisas que povoaram sua mente após o 4 a 1 deve estar um “o que que eu faço agora?!?!” Olhando a possível escalação que Valadares colocará em campo hoje contra o Galo, é de se perguntar se ele encontrou uma resposta. Pode até ter encontrado, mas nem mesmo ele deve considerar uma resposta definitiva. Porque as mexidas que ele fez na equipe são, para falar o mínimo, inesperadas. Pra começar, Valadares abandonou o 3-5-2 depois do fracasso dessa f...

Marcos Valadares enaltece atuação do time e analisa eliminação depois de fazer 2 a 0

Técnico interino valorizou a aceitação dos jogadores em comprar uma nova estratégia de jogo e lamentou não ter conseguido a classificação do time á próxima fase da competição.

Do salão ao campo, Cayo Tenório se inspira no ‘maestro’ Felipe e faz boa Copa SP

O time sub 20 do Vasco faz boa campanha na Copa São Paulo de Júnior, e o lateral-direito Cayo Tenório, de 19 anos, é um dos destaques da equipe do técnico Marcos Valadares. O time enfrenta o Coritiba nesta quarta-feira (16), às 19h30 (de Brasilia), pelas oitavas-de-final competição. Cayo está no Vasco há mais de sete anos. Começou no futsal aos 12 anos e aos poucos foi progredindo até chegar ao futebol de campo. Neste bate-papo rápido com Futebolzinho.com, o jogador diz que a mudança foi difícil, mas se espelha na trajetória de um ex-lateral que, como ele, saiu das quadras para brilhar nos gramados: Felipe. “Vasco sempre foi um clube revelador, tem vários ídolos como Roberto Dinamite, Romário, mas o jogador com o qual me identifico muito é o Felipe (“Maestro”), por ser la...

O ‘trem bala da base’ atropela o Manthiqueira e avança às oitavas da Copa São Paulo

Garotos do sub 20 golearam por 5 a 1, em Guaratinguetá (SP), e avançaram às oitavas de final da Copa São Paulo. Vasco vai encarar o Coritiba.

P