Rildo

Rildo aguarda 2019 com ansiedade e fala em retribuir o carinho da torcida

A temporada de 2018 não foi boa para o Vasco e menos ainda para o atacante Rildo. O jogador sofreu uma grave lesão no ombro esquerdo e teve de passar por cirurgia. Ficou fora dos gramados por seis meses, o que o impossibilitou de ter uma sequência na equipe. Em todo ano, disputou apenas 21 jogos e marcou 3 gols. No entanto, 2019 é aguardado como o “ano da virada” para Rildo. O atacante disse ao site “Esporte 24 Horas” que deseja ainda corresponder à expectativa criada em torno do nome dele. “Essa temporada foi complicada por conta das minhas lesões, mas o Vasco é um excelente clube, me deu toda estrutura para recuperação e sempre fui bem assistido pelos médicos e comissão técnica. Vou me preparar para realizar uma excelente temporada. Retribuir para a torcida ...

Retorno de Rildo significa reforço em posição carente dentro do elenco vascaíno

No último sábado (03), o Vasco derrotou o Fluminense por 1 a 0, com gol do argentino Maxi Lopez no Maracanã. Conquistando a sua primeira vitória fora de casa, o time cruz-maltino respirou aliviado com os três pontos garantidos e um retorno gera ainda mais confiança para a reta final do Brasileiro: o atacante Rildo. O jogador estava fora desde a derrota por 4 a 0 para o Cruzeiro, no dia 2 de maio, em São Januário, pela segunda partida da fase de grupos da Copa Libertadores. Na ocasião, o atacante foi substituído ao sentir dores no ombro esquerdo. A lesão Três dias depois da partida contra o time mineiro, Rildo passou por uma cirurgia por conta de uma luxação no local. Foi a segunda vez que o atacante desfalcou a equipe pela lesão no ombro. Antes, o atleta já havia sofrido uma luxação em uma...

Rildo e o pênalti: a construção de uma narrativa antivasco

Desde que a sociedade brasileira se dividiu entre coxinhas e pães com mortadela, a palavra “narrativa” entrou na moda. Montar um discurso para se provar um ponto é a onda do momento. Se tanto o discurso quanto o ponto são equivocados/mentirosos, tanto faz. No futebol não poderia ser diferente. Aliás, narrativas são um fato comum no esporte mais popular do país há tempos. Hexas, clubes com 40 milhões de torcedores, sinas de vice-campeonatos, maiores do mundo, cheirinhos, “deixou chegar”, a excelência de advogados tricolores, etc, são exemplos bem conhecidos. E pelo visto, já tentam construir uma narrativa para esse Brasileirão ainda na primeira rodada. E o mais afetado por ela será o Vasco. Vocês já devem ter percebido que falo do penal sofrido pelo atacante Rildo na virada sobre o Galo min...