Share This Post

Vasco

Bruno César se destaca e Marrony e Rossi garantem a primeira vitória na Taça Rio

Bruno César se destaca e Marrony e Rossi garantem a primeira vitória na Taça Rio

O desfalque do centroavante Máxi López, referência da equipe, não foi obstáculo para que o Vasco dominasse e vencesse o duelo contra o Boavista, em São Januário, neste sábado de Carnaval (02). Com gols de Marrony e Rossi, um em cada etapa, respectivamente, o time de Alberto Valentim fez 2 a 0 manteve a invencibilidade no Campeonato Estadual. Foi a primeira vitória em duas rodadas da Taça Rio.  O próximo jogo do campeão da Taça Guanabara será o clássico contra o Flamengo no sábado (9). O Boavista enfrentará a Portuguesa na mesma data.

Destaque para Bruno César

O técnico vascaíno optou por uma formação mais ousada com só um volante (Lucas Mineiro) e dois meias (Bruno César e Thiago Galhardo para municiar os atacantes. E trouxe uma novidade: Rossi no lugar de Pikachu. Mas o destaque ficou com Bruno César. Ainda não foi desta vez que o “chuta-chuta” fez seu primeiro gol com a camisa vascaína, mas ele foi fundamental para a construção da vitória. Primeiro, com a cobrança de falta que deu rebote do goleiro para o gol do oportunista Marrony. E, depois, com o belo passe em profundidade para Rossi arrancar na diagonal e fazer seu primeiro gol pelo Vasco.

Com o triunfo, o clube igualou os quatro pontos ganhos do Fluminense, mas o primeiro lugar do Grupo B é do Volta Redonda, que venceu o Botafogo por 1 a 0 no Raulino de Oliveira. O Boavista, com um ponto, é o último do Grupo C.

Lance Polêmico

Na primeira etapa da partida, o juiz João Batista de Arruda indicou pênalti para o Vasco. Ele havia sinalizado toque de mão de Arthur depois de cruzamento de Thiago Galhardo. Logo após muito protesto de atletas da equipe de Saquarema, ele discutiu o lance com seus assistentes e mudou sua decisão. O árbitro teve a atitude correta, pois realmente a bola bateu na perna do jogador.

Ficha

Vasco: Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Werleu, Leandro Cástan, Danilo Barcelos; Lucas Mineiro, Thiago Galhardo, Bruno César; Marrony, Ribamar e Rossi. Técnico: Alberto Valentim.
Reservas: Jordi, Luiz Gustavo, Ricardo, Henrique, Andrey, Willian Maranhão, Bruno Silva, Raul, Yan Sasse, Yago Pikachu, Lucas Santos e Tiago Reis

Boavista: Guilherme Eiras; Wellington Silva, Gustavo Geladeira, Elivelton, Christiano; Douglas Pedroso, Ralph, Arthur; Luís Soares, Renan Donizete e Felipe Augusto. Técnico: Eduardo Allax.
Reservas: Gabriel Gueiros, Bruno Moura, Matheus Reis, João Marcelo, Márcio Costa, Júlio César, Thiago Silva, Lucas, Stephanno, Dija Baiano, Leandrão e Thiago Mosquito

Substituições:

Vasco
Saiu Lucas Mineiro e entrou Bruno Silva (18’/2ºT)
Saiu Marrony e entrou Tiago Reis (21’/2ºT)
Saiu Ribamar e entrou Lucas Santos (25’/2ºT)

Boavista
Saiu Felipe Augusto e entrou Thiago Mosquito (09’/2ºT)
Saiu Ralph e entrou Leandrão (20’/2ºT)
Saiu Christiano e entrou Márcio Costa (28’/2ºT)

Gols: Marrony (33’/1ºT) e Rossi (07’/2ºT)

Cartões Amarelos: 
Vasco: Leandro Cástan (04’/2ºT)
Boavista: Christiano (15’/1ºT), Luís Soares (11’/2ºT) e Arthur (35’/2ºT)

Cartões Vermelhos:
Boavista: Thiago Mosquito (47’/2ºT)

Público e renda
Público pagante: 6.087
Renda: R$ 165.327,00

Fonte: Globoesporte.com
Redação Futebolzinho
Foto: Rossi conclui o passe de Bruno César e faz o segundo gol do Vasco. Rafael Ribeiro/Vasco

Share This Post

Carlos Berbert avatar
Estudante de Jornalismo do sexto período na FACHA. Tenho 20 anos, sou carioca. Redator do Futebolzinho.com e meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo!
P