Share This Post

Vasco

Campello descarta ‘bicho’ para evitar queda: ‘O Vasco não pode premiar permanência’

Campello descarta ‘bicho’ para evitar queda: ‘O Vasco não pode premiar permanência’

A cinco rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Vasco, com 38 pontos, ainda precisa pontuar para afastar de vez o fantasma do rebaixamento. Se isso não acontecer, será a quarta queda do clube para a segunda divisão em dez anos. No entanto, o presidente cruz-maltino, Alexandre Campello, acredita que a permanência na Série A é obrigação.

Em uma entrevista exclusiva ao portal Globo Esporte, o presidente falou sobre o tema ao ser questionado sobre uma possível gratificação – mais conhecido como ‘bicho’ na linguagem do futebol – aos jogadores por se manterem na primeira divisão. Segundo Campello, o feito não deve ser comemorado, mas em determinado jogo ou situação, a premiação não está descartada.

“Permanência é obrigação. O Vasco não pode premiar permanência. Podemos premiar algum jogo, o que é normal. Agora, premiar por permanecer não é para o Vasco.”

Campello, que vive um momento de instabilidade no clube carioca, ainda por conta das eleições presidenciais em que se sagrou mandatário, confirmou que, apesar da posição na tabela, já se reuniu com o departamento de futebol e está pensando na próxima temporada. Ele disse não saber se o Vasco sairá do Rio de Janeiro, como de costume, ou ficará na cidade realizando as atividades de pré-temporada. Uma certeza é que o Cruz-Maltino não irá para a Florida Cup.

“Provavelmente, faremos um período inicial no Rio de Janeiro e em seguida vamos sair. Estamos estudando isso. Acho até que deveríamos pensar numa pré-temporada um pouco mais longa. Talvez começar com um time misto e trabalhar mais o time principal. É uma possibilidade. Minimamente temos de pensar.”

Oito jogadores da equipe ficarão sem contrato até o final do ano, mas o Vasco ainda não decidiu quais renovações serão realizadas. São eles: Andrés Rios, Bruno Silva, Fabrício, Giovanni Augusto, Lenon, Marcelo Mattos, Luiz Gustavo e Kelvin. Sobre a formação do elenco para 2019, ele revelou que reconhece as carências da equipe, apesar de ainda não ter nomes.

“Tivemos uma reunião recentemente para decidir um pouco disso. Pré-temporada, como se posicionar. Obviamente o nosso posicionamento na tabela tem influência. Nos deixa um pouco engessados. Entendemos minimamente quais são as carências e agora começa a se estudar nomes. Antes que você pergunte, não tem nenhum nome.  Ainda não avançamos nessas conversas. Sabemos quem termina contrato, quem ainda tem contrato. Devemos agora começar a conversar.”

O Vasco está em 15º na tabela, com 38 pontos, a um ponto do Z-4. Faz seu próximo jogo em São Januário, onde conquistou mais da metade de seus pontos, contra o Atlético-PR, que ainda não venceu fora de casa.

Share This Post

Fernanda Vidon avatar
Carioca, 18 anos. Cursando jornalismo ou, eu diria... vivendo um sonho! Na cobertura do Vasco pelo Futebolzinho. Além disso, apaixonada por rap br e auto conhecimento. "Prometa a si mesmo que terá uma vida incrível e o Universo entenderá o recado."
P